179: 13.Abr.2017

Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer tipo de ajuda exterior a não ser nos últimos dias de vida dela, a “sorte” bateu-me à porta, tendo-me sido diagnosticado diabetes Mellitus (tipo 2).

Um pouco de conhecimento não faz mal a ninguém e, sem qualquer tipo de pretensão pessoal, fui à Wikipédia (porque não tenho nenhum curso de medicina) e obtive esta informação que penso estar correcta:

Diabetes mellitus tipo 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A diabetes mellitus tipo 2 – anteriormente designada por diabetes mellitus não-insulino-dependente ou diabetes tardia – é um distúrbio metabólico caracterizado pelo elevado nível de glicose no sangue no âmbito da resistência à insulina e pela insuficiência relativa de insulina.[2] Distingue-se da diabetes mellitus tipo 1, na qual se verifica a deficiência completa de insulina devido à destruição dos ilhéus de Langerhans no pâncreas.[3] Os sintomas clássicos são a sede excessiva, a micção frequente e a fome constante. A diabetes do tipo 2 corresponde a cerca de 90% dos casos de diabetes, correspondendo os restantes 10% à diabetes mellitus do tipo 1 e à diabetes gestacional. Pensa-se que seja a obesidade a principal causa da diabetes de tipo 2 em indivíduos geneticamente predispostos.

O tratamento inicial da diabetes de tipo 2 é feito através de exercício físico e alterações na dieta, mas o bypass cirúrgico demonstrou melhores resultados do que outros métodos de perda de peso[4]. Se estas medidas não diminuírem o nível de glicose no sangue, pode ser necessário recorrer à administração de medicamentos, como a metformina ou a insulina. Em indivíduos dependentes de insulina, torna-se normalmente necessária a realização de exames de rotina aos níveis de glicose no sangue.

A incidência da diabetes tem subido de forma significativa nos últimos 50 anos, em paralelo com a obesidade. No ano de 2010 existiam cerca de 285 milhões de pessoas afectadas pela doença, muito mais do que os 30 milhões de casos registados em 1985. Entre as possíveis complicações a longo prazo de níveis elevados de glicose no sangue estão as doenças cardiovasculares, os acidentes vasculares cerebrais, a lesão da retina provocada pela retinopatia diabética, a insuficiência renal e a necessidade de diálise e a má circulação sanguínea nos membros, o que pode levar à sua amputação. A complicação com cetoacidose é rara, já que se trata de uma característica da diabetes do tipo 1.[5] No entanto, pode ocorrer um coma hiperosmolar não cetótico.

Estou a reformular, com 71 anos de idade, todo o meu modo de vida, desde a alimentação, ao exercício físico, utilizando disciplinas que pratiquei quando estava na casa dos 30/40 anos – meditação Zen, especialmente -, e tive de investir numa bicicleta estática para completar os meus exercícios diários, além de ter de iniciar a ingestão de comprimidos de metformina uma vez ao dia durante duas semanas e depois duas vezes ao dia, receitado pelo endócrinologista que assiste minha filha desde há 17 anos (ela tem diabetes tipo 1).

Aproveitei uma baixa de preços (€ 100,00) e mandei vir (chegou hoje) uma:

Bicicleta Estática Rhona Program ION Fitness

Por este motivo, a minha mudança do Blogue que tinha – e continuo a ter -, A Cozinha do Avô Chico (http://inforgom.pt/recipes/) e passei a um novo Blogue de Receitas Especiais (http://apokalypsus.com/receitasespeciais/) que já começa a introduzir, progressivamente, outros tipos de receitas.

Esta progressividade na alimentação será um pouco morosa – não se pode, nem se deve, passar instantânea ou rapidamente de um regime alimentar normal para um outro especial, porque isso, mesmo em pessoas normais, pode causar graves problemas de saúde -, e tenderá a normalizar daqui a 3/4 meses num regime macrobiótico misto, regime este que pratiquei durante alguns anos atrás.

Também no meu Blogue Portal da Saúde (http://inforgom.pt/portalsaude) que tem andado um pouco “esquecido”, começará agora a ser introduzida informação sobre a área dedicada aos diabéticos. Quem estiver interessado, poderá visitá-lo.

Quanto à bicicleta estática e para os interessados:

Características

  • Desenhada para utilização doméstica regular
  •  Para treinos de entre 3 e 7 horas por semana.
  • Sistema de inercia de 7 Kg
    Garante um movimento continuado, extremamente suave e sem sensação de salto.
  • Sistema de travão magnético
    Proporciona um leque vasto de tensões. Sem ruído e uma resistência para a vida.
  • Sistema de medição da pulsação por contacto na pega
  • Fornece metas para treino avançado.
    Pedais do acesso fácil
  • Com correia para maior segurança e eficácia durante o exercicio.
    Ajuste do selim horizontal
    Ajuda cada utilizador a encontrar a posição correcta de pedalar.

    • Guiador de triatlo
      Mais confortável e intensivo durante o uso.
    • Fácil acceso
      Permite um acesso fácil para realizar o exercício.
    • Rodas de transporte
      Para deslocar a máquina com facilidade.
  • Monitor e Programas
  • Ecrã electrónico LCD de fácil leitura
    • Proporciona informação do tempo, velocidade, distância, calorias consumidas, RPM, Watios e pulso da sessão de exercício.
    • 12 programas pré-definidos
      Permitem a creiação de retos e superar-se em cada treino.
    • 4 Perfis personalizáveis (uPrg)
      Permite ao utilizador desenhar o seu programa pessoal.
    • 1 programa manual
      Permite ao utilizador desfrutar de um treino livre, podendo escolher, tempo, distância ou as calorias para treinar ao seu próprio ritmo.
    • 1 programa de watts constantes
      Especialmente desenhado para reabilitação.
    • 4 Programas de controlo do ritmo cardíaco (HRC)
      Permite atingir níveis cardiovasculares durante o treino. Controla automaticamente a intensidade do treino para manter o esforço a limites de pulsação diferentes.
    •  Test de controlo da gordura corporal (BF)
      Controla a percentagem de gordura corporal.

Especificações

  • Peso máximo do utilizador: 120 kg
  • Peso do sistema inercial: 7 kg
  • Dimensões: 92 x 50 x 134 cm
  • Peso: 25 kg

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=dcb1a6a6_1492095925473]

156: 07.Jan.2017

Desactivei a minha Página no Facebook, referente a este Blogue, assim como desactivei todas as outras Páginas que possuía naquela rede social dado que cheguei a um ponto em que me fartei de certo tipo de atitudes e comportamentos, virtuais ou não, em ordem à minha pessoa.

Cheguei a um ponto da vida em que não tenho de me preocupar sobre o que pensam de mim. Não gostam? Sou muito frontal? Digo e/ou escrevo coisas que não deveria dizer e/ou escrever? Paciência!

Não posso é permitir que reinem hipocrisias em situações directamente conotadas com os meus sentimentos, com as minhas atitudes, com todos os pressupostos de uma vivência saudável, amigável, predominantemente de entreajuda sempre que possa, porque sendo sempre de minha iniciativa contactos, saudações, preocupações com terceiros, penso que chegou o tempo de terminar essa atitude dado que não existe o mesmo tipo de feedback (retorno).

Hoje, fui com a Vera visitar a Tina e efectuámos a limpeza da campa, retirada de flores mais antigas, colocação de um novo raminho, água fresca e um beijinho de profunda Saudade quando nos viemos embora.

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=c121ec92_1483804810667]

140: 08.Dez.2016

Cá em casa, celebrámos sempre o Natal em família, ou seja, eu, a Tina, as nossas filhas Vera e Sandra, as nossas netas Raquel e Rita e o meu genro.

Desde que a Tina adoeceu, essa prática foi-se esfumando até terminar pois não existia alegria, paciência para preparar as coisas, nem a árvore de Natal voltou a ser montada, ritual que se fazia desde que a Vera nasceu há 50 anos.

Deixei de festejar o Natal e este ano fomos convidados pela minha neta mais nova a irmos (eu e a Vera) passar o Natal em casa dela. A situação financeira está péssima, alegria é coisa que desapareceu, mas as netas merecem que se faça um sacrifício e aceitei o convite.

Seremos apenas dois em vez de três como em anos passados, mas a Tina estará sempre presente, nos nossos corações, na nossa cabeça e nas nossas lembranças.

À Rita, que vai fazer para a semana 11 aninhos, vamos oferecer uns patins dado que ela tem esta prática na escola 3 vezes por semana; à Raquel que fez 16 anos em Junho, como disse não querer nada de material mas dinheiro para juntar, será oferecido o mesmo valor que os patins da irmã.

Aqui ficam as imagens dos patins que eu, a Tina e a Vera iremos oferecer na noite de Natal à Rita:

e o respectivo saco de transporte:

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=55398fe3_1481215306891]

137: 02.Dez.2016

Hoje foi mais um dia de visita à campa da nossa querida. Limpámos a terra do bordo da campa, mudámos a água das flores, tirámos umas que já estavam murchas e colocámos um ramo novo junto com as outras que colocámos anteriormente porque a família, essa, não aparece…

02122016_02

02122016_01

02122016_03Mais logo, porque agora é hora da janta, vou preparar um esclarecimento sobre um domínio existente e do qual tive hoje conhecimento, via Facebook, e que pode confundir-se com o meu dada a sua semelhança.

logo_transp_200

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=ab5378f2_1480712393842]

124: 10.Nov.2016

0-lutotransp200Dia muito, muito cansativo, desgastante, arrasante mesmo! Eu e a Vera fomos ao Cemitério fazer uma visita à Tina e deixámos mais um raminho de flores amarelas a juntar às brancas que tínhamos colocado anteriormente e ainda estavam perfeitas.

Mudámos a água das flores, limpámos a terra que tinha caído para cima da laje, ficou perfeito. E deixámos os nossos beijinhos e os da neta Rita na sua imagem.

Nunca te esqueceremos querida. Descansa em Paz.

10112016_01a

10112016_02a

logo_transp_200

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=dad3e3cd_1488653027254]

114: 24.Out.2016

Hoje, fui com a Vera ao Cemitério para ver a nova casinha da Tina. Como choveu, a pedra estava um pouco suja e nós não fomos equipados com panos e vassoura para a limpeza, mas da próxima vez, já sabemos como é.

Ficam aqui as imagens da sua última morada, agora mais composta e arrumada. Escusado será dizer que viemos de lá esfrangalhados…

24102016_01

24102016_02

Antes, estava assim:

campa19102016

logo_transp_200

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=2feb1886_1488653645511]

110: 19.Out.2016

Hoje, fui com a Vera à campa da Tina depositar uma raminho de flores que ela tanto adorava.

Era para ser ontem, dia em que completou 3 meses de falecimento mas estive “preso” o dia todo em casa à espera de uma encomenda que afinal não chegou por incompetência da transportadora. O normal hoje em dia.

campa19102016

logo_transp_200

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=16970652_1488653769090]

107: 15.Out.2016

0-lutotransp200Hoje, consegui falar com o construtor que irá fazer o canteiro para a campa da Tina. Disse-me que numa semana estaria pronto, muito antes do Dia de Finados.

É um sacrifício que fazemos dado que os €€€ não abundam, mas a Tina faria o mesmo se fosse connosco. Além disso, é desolador ver uma campa apenas com terra parecendo que abandonada.

Irá ficar mais ou menos assim:

canteiro_campa

logo_transp_200

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=1099e701_1488653842484]

104: 10.Out.2016

0-lutotransp200Hoje, enchi-me de “coragem” e fui visitar a campa de minha esposa com minha filha Vera, mas ainda não estou bem preparado para o acto. É doloroso, traz muitas recordações e pesar pela forma como ela partiu.

Agravado com o facto de da última vez em que coloquei um copo de zinco na campa para suportar as flores e hoje esse copo estava na campa ao lado mas vazio! Será que as pessoas deixaram de respeitar os vivos e ainda mais, os mortos?

copo_campa2

Será que já chegámos a este ponto de profanação de campas – para não dizer roubo -, mesmo de um artigo singelo, sem valor comercial? É o vale tudo minha gente? Porra, pá!

A campa ainda não foi arranjada porque não tenho orçamento para pagar € 450,00 e a família da Tina não ter avançado com nenhuma proposta para ajudar. Infelizmente…

logo_transp_200

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=dcc7e2cc_1488653927640]

100: 07.Out.2016

Cuidadores informais de doentes vão ser compensados a partir de 2018

Os cuidadores informais de doentes vão ser, a partir de 2018, compensados com apoios que ainda não estão definidos, mas que poderão passar por regalias sociais, fiscais ou mesmo financeiras, anunciou o secretário de Estado de Saúde.

nm07102016

Manuel Delgado falava à agência Lusa no final da sessão de abertura da conferência que assinala o 60º aniversário da Unidade de Cuidados Domiciliários (UCD) do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa.

Segundo Manuel Delgado, este governo está a trabalhar para criar “condições de apoio extraordinário” a estes cuidadores informais que recompense a opção que tomaram de abdicar da sua vida profissional pela compaixão pelos seus.

“Numa sociedade em que a maior parte das pessoas trabalha, como podemos resolver o problema dos que querem acompanhar os seus, mas não o conseguem fazer sem prejudicar a sua vida profissional e até económica?”, questionou.

O secretário de Estado da Saúde adiantou que no Orçamento do Estado para 2018 já deverá estar contemplado esse apoio aos cuidadores informais, o qual está ainda a ser desenhado.

“A compensação ainda não está definida. Pode ser remuneratória ou na forma de regalias sociais e fiscais ou no emprego”, adiantou.

Manuel Delgado sublinhou que este tipo de cuidados, além de permitir a continuidade do apoio destes doentes por quem está mais próximo, alivia as instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O governante defendeu ainda que as mudanças na sociedade portuguesa obrigam a uma reelaboração do sistema de saúde, no qual os cuidados domiciliários deverão ter um papel cada vez maior e em áreas como situações agudas, que assim são tratadas sem internamento.

“Temos de ter os doentes sinalizados nos seus domicílios e estes serem o local de trabalho das equipas”, adiantou.

Notícias ao Minuto
07/10/2016
POR Lusa

0-lutotransp200Quando necessitei de ajuda, de apoio, fosse ele qual fosse, a resposta foi sempre: PAGA SE QUERES! Minha esposa faleceu não da doença de Alzheimer mas da incúria, incompetência, desleixo, desumanidade de quem a seguia medicamente e da COMPLETA FALTA DE APOIO das instituições agregadas ou não ao Serviço Nacional de “Saúde”. Morreu com FALÊNCIA RESPIRATÓRIA devido a CHOQUE SÉPTICO por falta dessa mesma assistência e por teimarem em não a quererem internar (médico de família e psiquiatra) mas quererem enviá-la para um Lar de Idosos a que eu sempre chamei de Depósito de Velhos. Os que beneficiarem, no futuro, deste apoio, não sabem por que passaram os que NUNCA tiveram qualquer apoio. Fotografias chocantes do estado a que minha esposa chegou já no final da sua existência:

06072016_03

06072016_02

06072016_04

06072016_05

Não é uma cama de hospital mas sim no domicílio já com sonda gástrica e algália instaladas.
Não é uma cama de hospital mas sim no domicílio já com sonda gástrica e algália instaladas. 3 dias depois falecia…

0-assinatura

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=0556943d_1488654061104]