117: 31.Out.2016

.

0-lutotransp200Hoje, paguei € 300,00 referente à 2ª. e última prestação referente ao IRS de 2015, imposto que até à tomada do poder pela caranguejola PaFiosa PPD/CDS, nunca antes tinha pago devido aos baixos rendimentos auferidos pelas pensões de reforma do casal.

Apenas desejo que o PaFioso Pedro Passos Coelho e todo o gang que o ajudou na tarefa de saquear os mais necessitados, passem tantas amarguras e desastres nas suas vidas como as que tenho passado pelo austericídio que eles impuseram a quem mais necessita e possui rendimentos básicos de sobrevivência.

Mas que, pelos vistos, a geringonça que lá está agora, continua sem aliviar este autêntico saque ao bolso dos mais precários.

As moscas mudaram mas a trampa é a mesma. Apenas diferem nas cores que utilizam para os identificarem politicamente.

logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=8a450802_1488653536739]

116: 28.Out.2016

O Fisco ataca sem dó nem piedade

E-mail recebido hoje:

Assunto: IRS – Pagamento da prestação – outubro 2016

De: Autoridade Tributária e Aduaneira <info@at.gov.pt>
Data: sex 28/10/2016 17:13

Ex.mo(a) Senhor(a),

FRANCISCO GOMES

Termina segunda-feira, dia 31 de outubro, o prazo para efetuar o pagamento da prestação de IRS referente ao mês de outubro (N.R.: € 300,00), da qual foi recentemente enviada notificação pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

O pagamento poderá ser efetuado nas caixas de Multibanco, nos balcões dos CTT, nas instituições de crédito aderentes e home-banking ou em qualquer Serviço de Finanças.

A falta de pagamento de qualquer das prestações resulta no vencimento imediato das seguintes e a instauração do respetivo processo de execução fiscal pelo valor em dívida a que acrescem todas as custas do processo, pelo que deverá efetuar o pagamento dentro deste prazo.

A AT privilegia sempre o cumprimento voluntário das obrigações fiscais e por isso disponibiliza toda a informação necessária para o efeito.

Para qualquer esclarecimento adicional, contacte:

– Centro de Atendimento Telefónico (CAT), através do número 707 206 707, nos dias úteis, das 09:00H às 19:00H;
– Serviço e-balcão, disponível no Portal das Finanças, selecionando “Registar Nova Questão”, Imposto ou área: Cobrança / Reembolsos>> Tipo questão: Cobrança>> Questão: Prestações/Informações.

Se entretanto já efetuou o pagamento, considere esta comunicação sem efeito.

Com os melhores cumprimentos,

O Chefe de Finanças

(e não satisfeitos com o saque, quem pretender telefonar para este organismo estatal, paga uma chamada de valor acrescentado (707206707)).

================================

Esta malta está-se completamente borrifando para que o contribuinte se encontre em situação precária financeira, tenha já duas rendas de casa em atraso tudo isto porque as instituições CNP-Centro Nacional de Pensões e CGA-Caixa Geral de Aposentações – esta última porque ainda não recebeu informação do CNP para desbloquear o subsídio de funeral -, não cumprem com os beneficiários que têm DIREITOS e não apenas deveres.

Paga e não refiles senão tens à perna um processo de execução fiscal com todas as custas do processo, juros de mora e alcavalas adjacentes. É como dar um tiro a quem já está morto. Só para se certificarem que o gajo morreu mesmo…

Vamos lá observar o que diz o dicionário de Língua Portuguesa Priberam:

ex·tor·quir |eis…quir| ou |es…quir| Conjugar

verbo transitivo

1. Obter com violência; tirar à força.
2. Arrancar.
3. Roubar.

“extorquir”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/extorquir [consultado em 28-10-2016].
E o que quer dizer ROUBAR:

rou·bar Conjugar

verbo transitivo e intransitivo

1. Tirar o que está em casa alheia ou o que outrem leva consigo.DEVOLVER, RESTITUIR
2. Cometer fraude em.
3. Subtrair às escondidas, furtar.
4. Rapar.
5. Despojar de.
6. Plagiar; dar como invenção sua o que outrem inventou.
7. [Figurado]  Arrebatar, enlevar, arroubar, extasiar.

verbo pronominal

8. Esquivar-se.

“ROUBAR”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/ROUBAR [consultado em 28-10-2016].
É como me sinto actualmente: ROUBADO por um sistema decadente, podre, ineficaz, pior que o existente nos tempos do Estado Novo fascista-salazarista.
Minha esposa foi ROUBADA pelo PaFioso Passos Coelho desde 01.01.2012 até falecer, na quantia de € 50,00 à sua pensão do CNP de € 240,00, ficando esta em € 190,00. Porquê? Porque a senhora tinha o desplante e a ousadia de receber uma outra pensão de € 460,00 da CGA para as quais descontou os anos que teve de serviço!
E não contente com este ROUBO, achou que o casal estava a receber a mais e toca de reduzir os escalões do IRS para estes miseráveis pensionistas/reformados, levarem com mais um ataque às suas parcas remunerações pelo trabalho de décadas, situação que não se verificava até o PaFioso Passos Coelho ter assaltado o poder em 2011.
Quer a geringonça-esquerdola, quer a caranguejola direitola, são todos farinha da mesma saca. Apenas divergem nas cores que utilizam para terem uma certa diferença e os seus seguidores não se enganarem quando tiverem de botar a cruzinha do voto: azul-cueca, laranjinha, rosinha e vermelhinho-sangue. O resto é tudo igual…
logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=5c6aa593_1488653567157]

112: 21.Out.2016

.

0-lutotransp200Em resposta ao e-mail enviado à CGA – Caixa Geral de Aposentações, sobre se o CNP – Centro Nacional de Pensões já lhes tinha devolvido o fax enviado a fim de procederem (CGA) ao pagamento do subsídio de funeral de minha esposa, lembro, ocorrido em 18 de Julho passado, a resposta foi esta:

Assunto: RE:’CGA=001-555-069′ Pedido de informação
De: CGA Geral <cga@cgd.pt>
Data: sex 21/10/2016 10:54
CC: _0CNP <cnp-pensoes@seg-social.pt>

Exmo. Senhor

Informamos que ainda não recebemos a resposta do Centro Nacional de Pensões.

Com os melhores cumprimentos,

UAC12 – Equipa de Atendimento Escrito

=========================

e este foi o e-mail que deu origem à resposta acima:

—–Original Message—–
From: F Gomes
Date: Thursday, October 20, 2016 07:36 PM
To: _0CNP (cnp-pensoes@seg-social.pt)
Cc: DAC-CGA (cga@cgd.pt)
Subject: FW: Pedido de informação

Boa tarde

Pretendo saber se já foi enviada resposta à Caixa Geral de Aposentações relativa ao assunto infra, dado que ainda não recebi qualquer verba referente ao subsídio de funeral de minha esposa.

Obrigado,

Francisco Gomes

=====================

De: F Gomes
Enviada: 3 de outubro de 2016 18:59 p
Para: _0CNP (cnp-pensoes@seg-social.pt)
Assunto: FW: ‘CGA=001-555-069’ Pedido de informação

Boa tarde

Sem qualquer resposta aos meus e-mails anteriores, apenas pergunto se V. Exas. conseguem (sobre)viver sem dinheiro. Gostaria de conhecer a fórmula.

Obrigado,

Francisco Gomes

==================

Ou seja, o CNP – Centro Nacional de Pensões está-se completamente borrifando para que as pessoas possam (sobre)viver ou não, porque se entretanto morrerem, é menos um a receber subsídios… Pelos vistos é esta a política seguida por esta instituição. E basta apenas o CNP devolver à CGA a cópia do Fax por estes enviada por DUAS VEZES, sobre se existe ou não algum pedido de subsídio de despesas de funeral para que a CGA possa desbloquear esse pagamento. É assim tão difícil, porra???

Já pensei apresentar uma queixa ao Provedor de Justiça mas infelizmente este órgão, das vezes que reclamei para outros assuntos bem fundamentados e a exigir uma tomada de posição efectiva, mandou-me apanhar ar no jardim mais próximo…

Não vale a pena viver neste país que tão maltrata os seus cidadãos e contribuintes a todos os níveis. A única culpa que assumo, foi a de não ter emigrado logo que vim da guerra colonial em África.

logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=ef8138d3_1488653717224]

102: Quatro meses de espera por uma consulta de psicologia

José Carlos Marques/Global Imagens
José Carlos Marques/Global Imagens
Falta de profissionais limita resposta. Ministério da Saúde vai reforçar agrupamentos de centros de saúde até final do ano

A falta de profissionais faz com que existam utentes a esperar quatro meses por uma primeira consulta de psicologia ou que consultas de seguimento sejam marcadas com um mês ou mais de intervalo no Serviço Nacional de Saúde (SNS), onde existem apenas 553 psicólogos, denuncia o bastonário da Ordem dos Psicólogos, Telmo Baptista, que considera serem necessário mais 1500. O Ministério da Saúde garantiu ao DN que está a ser implementado um plano para que até fim do ano todos os agrupamentos de centros de saúde (ACES) tenham pelo menos um psicólogo.

“Os recursos humanos disponíveis são muito poucos e não é possível dar resposta a tudo. Os tempos de espera para primeira consulta são grandes – de três e quatro meses em alguns centros de saúde – e noutros locais não há, porque não existem profissionais. As consultas de seguimento são marcadas com intervalos de um ou dois meses. Depressão, ansiedade, stress, consumos excessivos, problemas comportamentais nas crianças são tudo intervenções que precisam de continuidade para que possam ser eficazes”, afirmou Telmo Baptista, que salienta os sinais positivos do Ministério da Saúde de querer reforçar a área: “Já foi constituída a comissão que vai avaliar a distribuição e a necessidade de recursos humanos.”

Mulheres, idosos, crianças e jovens são alguns dos grupos de risco a situações de ansiedade e depressão. Dar resposta antes que a doença se instale seria o ideal. Mas não está a ser possível fazê-lo. “O que fazem na maioria é remediação. Há pouco tempo ou nenhum para actuar junto das pessoas que estão mais ou menos até que lhe acontece algo difícil e é nessa altura que precisam de ajuda para lidarem melhor com isso e não adoecerem”, diz Isabel Trindade, presidente da delegação regional do Sul da Ordem.

Questionado pelo DN o Ministério da Saúde revelou que até ao final do ano haverá mais psicólogos nos centros de saúde. “O ministério possui uma política activa no sentido de dotar os cuidados de saúde primários com psicólogos, por entender que trazem um valor acrescentado em termos de resposta. Nesse sentido está a ser implementado um plano de, até final deste ano, dotar todos os ACES [há 46] com pelo menos um psicólogo”.

Diário de Notícias
10 DE OUTUBRO DE 2016 | 00:51
Ana Maia

Psicólogos??? O que é isso? Uma nova marca de salsichas? Nunca tive nenhum (e bem precisava/preciso), não me foi recomendado nenhum, nem sei se o centro de saúde tem algum em stock…

logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=bb85db1a_1488653982600]

100: 07.Out.2016

Cuidadores informais de doentes vão ser compensados a partir de 2018

Os cuidadores informais de doentes vão ser, a partir de 2018, compensados com apoios que ainda não estão definidos, mas que poderão passar por regalias sociais, fiscais ou mesmo financeiras, anunciou o secretário de Estado de Saúde.

nm07102016

Manuel Delgado falava à agência Lusa no final da sessão de abertura da conferência que assinala o 60º aniversário da Unidade de Cuidados Domiciliários (UCD) do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa.

Segundo Manuel Delgado, este governo está a trabalhar para criar “condições de apoio extraordinário” a estes cuidadores informais que recompense a opção que tomaram de abdicar da sua vida profissional pela compaixão pelos seus.

“Numa sociedade em que a maior parte das pessoas trabalha, como podemos resolver o problema dos que querem acompanhar os seus, mas não o conseguem fazer sem prejudicar a sua vida profissional e até económica?”, questionou.

O secretário de Estado da Saúde adiantou que no Orçamento do Estado para 2018 já deverá estar contemplado esse apoio aos cuidadores informais, o qual está ainda a ser desenhado.

“A compensação ainda não está definida. Pode ser remuneratória ou na forma de regalias sociais e fiscais ou no emprego”, adiantou.

Manuel Delgado sublinhou que este tipo de cuidados, além de permitir a continuidade do apoio destes doentes por quem está mais próximo, alivia as instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O governante defendeu ainda que as mudanças na sociedade portuguesa obrigam a uma reelaboração do sistema de saúde, no qual os cuidados domiciliários deverão ter um papel cada vez maior e em áreas como situações agudas, que assim são tratadas sem internamento.

“Temos de ter os doentes sinalizados nos seus domicílios e estes serem o local de trabalho das equipas”, adiantou.

Notícias ao Minuto
07/10/2016
POR Lusa

0-lutotransp200Quando necessitei de ajuda, de apoio, fosse ele qual fosse, a resposta foi sempre: PAGA SE QUERES! Minha esposa faleceu não da doença de Alzheimer mas da incúria, incompetência, desleixo, desumanidade de quem a seguia medicamente e da COMPLETA FALTA DE APOIO das instituições agregadas ou não ao Serviço Nacional de “Saúde”. Morreu com FALÊNCIA RESPIRATÓRIA devido a CHOQUE SÉPTICO por falta dessa mesma assistência e por teimarem em não a quererem internar (médico de família e psiquiatra) mas quererem enviá-la para um Lar de Idosos a que eu sempre chamei de Depósito de Velhos. Os que beneficiarem, no futuro, deste apoio, não sabem por que passaram os que NUNCA tiveram qualquer apoio. Fotografias chocantes do estado a que minha esposa chegou já no final da sua existência:

06072016_03

06072016_02

06072016_04

06072016_05

Não é uma cama de hospital mas sim no domicílio já com sonda gástrica e algália instaladas.
Não é uma cama de hospital mas sim no domicílio já com sonda gástrica e algália instaladas. 3 dias depois falecia…

0-assinatura

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=0556943d_1488654061104]

97: 04.Out.2016

Hoje, recebi o seguinte e-mail da CGA-Caixa Geral de Aposentações:

De: CGA Geral <cga@cgd.pt>
Assunto: RE:’CGA=001-555-069′ Pedido de informação
Data: ter 04/10/2016 10:54
Para: F Gomes

Ex.mo Senhor

O pagamento da pensão de sobrevivência iniciar-se-á no corrente mês de Outubro, mais precisamente no dia 19.
Em conjunto serão pagos os retroactivos, devidos desde 18 de Julho.

Continuamos a aguardar a resposta do Centro Nacional de Pensões.

Com os melhores cumprimentos,
UAC 12 – Equipa de Atendimento Escrito

==========================

Continuam a aguardar resposta do CNP-Centro Nacional de Pensões, a dois faxes enviados pela CGA. Ainda não tiveram tempo de colocarem duas cruzinhas no papel e devolverem à CGA a fim desta poder libertar e pagar as despesas do funeral?

E também do CNP PAGAR o que me é devido, ou seja, as pensões de Agosto, Setembro e provavelmente, por este andar, a de Outubro no próximo dia 10? Souberam sacar atempadamente à minha conta bancária, sem meu conhecimento ou ordem expressa nesse sentido, a pensão creditada indevidamente em 10 de Agosto de € 219,20 e agora não são tão lestos a PAGAREM O QUE ME DEVEM??? CANALHAS!

logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=5765408d_1488654237282]

94: 30.Set.2016

Hoje, sinto-me ROUBADO IMPUNEMENTE e sem poder recorrer à polícia a fim de apresentar queixa porque estou a ser ROUBADO pelo ESTADO PORTUGUÊS, e este ROUBA a seu bel-prazer sem ter de prestar contas a NINGUÉM, antes, com um sério aviso aos “incumpridores” deste saque legal: “A falta de pagamento de qualquer das prestações resulta no vencimento imediato das seguintes e a instauração do respectivo processo de execução fiscal pelo valor em dívida a que acrescem todas as custas do processo, pelo que deverá efectuar o pagamento dentro deste prazo.”!!!

Paguei a primeira (de duas) prestações referentes ao IRS de 2015 no valor de € 300,00 cada uma e o Estado está-se completamente BORRIFANDO para que o contribuinte fique sem cheta para se governar, pagar os seus compromissos ou já se encontre em INCUMPRIMENTO por falta de recebimentos desse mesmo Estado-ladrão.

Até hoje, NÃO RECEBI qualquer informação das 4 entidades (CGA, CNP, Gab Apoio Ministro (MSSS) e Inspecção Geral da Segurança Social pedida em 25 do corrente) a quem solicitei informação sobre o NÃO PAGAMENTO das despesas de funeral de minha esposa, ocorrido em 19 de Julho, assim como do pagamento das pensões de sobrevivência dos meses de Agosto e Setembro.

É doloroso ter de (sobre)viver num país miserável como este; é doloroso ter de constatar que os políticos – todos eles, sem excepção -, são uma cambada de inúteis que apenas se lembram do povo quando precisam dele para botar cruzinha no boletim de voto no dia das eleições – e estão-se completamente borrifando para tudo o resto.

É preciso sacar o mais possível, de preferência aos mais desfavorecidos, aos miseráveis idosos pensionistas e reformados de baixos recursos económicos porque esses já não têm força para se defenderem e estão em prazo fora de validade. E têm de ser estes a alimentar a pança dos banqueiros corruptos, da banca e toda a canalha corrupta existente no país, a todos os níveis.

pagamentoaladroes2

logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=03f0c7ad_1488654305515]

92: 29.Set.2016

(actualização às 16:40 horas)

Já levei várias negas do Provedor de Justiça em queixas apresentadas anteriormente e em outras áreas. Parece-me que afinal o Provedor de Justiça deve ser uma figura de retórica para inglês ver que estamos num país “democrático” onde existe uma figura que deveria defender quem a ele recorre mas não é bem assim. Vejamos:

Da queixa enviada no passado dia 5 de Setembro sobre o saque não autorizado do Instituto de Segurança Social – o tal que ainda NÃO CUMPRIU com o pagamento das pensões de sobrevivência de Agosto e Setembro, nem resposta dá aos e-mails que lhe são dirigidos, por isso, sem qualquer moral para sacar dinheiro das contas dos utentes sem autorização deles ou com origem numa decisão judicial -, foi-me dada a seguinte resposta por Sua Excelência o Senhor Provedor de Justiça, via um coordenador do Gabinete:

Data 29/09/2016

Assunto: Queixa dirigida ao Provedor de Justiça em 5.09.2016. Pagamento indevido de pensão após o óbito.

Tendo por referência a queixa dirigida por V. Exa a este órgão do Estado, através da qual solicita esclarecimentos sobre o procedimento em uso no sistema bancário que conduziu à devolução à segurança social das quantias que indevidamente foram creditadas na conta conjunta de que V. Exa era titular, com a sua falecida esposa, cumpre-me informar o seguinte:
Antes de mais, permito-me fazer notar que o Provedor de Justiça não é um órgão de consulta, não se integrando, por isso, no quadro das suas competências legais a emissão de pareceres ou a prestação de esclarecimentos solicitados pelos interessados.
Tal significa que os cidadãos deverão dirigir-se previamente às entidades visadas, a fim de exporem as situações em causa e solicitarem os esclarecimentos que pretendem.
Não obstante, informo a V. Exa que, tendo a sua esposa falecido no dia 18 de julho p.p., a pensão que lhe foi processada em agosto, mês seguinte ao do falecimento, foi-o indevidamente, uma vez que o direito ao pagamento da pensão extingue-se pela morte do pensionista, de acordo com o disposto nos n.ºs 2 e 3 do artigo 53.º do Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de maio na redação em vigor.
Com efeito, nos termos conjugados do referido artigo 53.º do Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de maio, com o artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 133/88, de 20 de abril, são indevidas as pensões processadas a partir do mês seguinte ao falecimento do seu titular.
Ou seja, todos os valores pagos após a morte do pensionista são indevidos e pertencem ao sistema público de segurança social, pelo que é natural que, uma vez detetado o débito, tal dinheiro seja retirado da conta a que não pertence e devolvido ao seu titular, de acordo com as regras e/ou convenções bancárias estabelecidas neste âmbito entre a sua instituição bancária (ou, eventualmente, entre o banco centralizador) e a segurança social.
Faço ainda notar que incumbe aos beneficiários e, em caso de morte destes, aos respetivos familiares, comunicar aos serviços do Instituto da Segurança Social, IP todas as alterações ocorridas na sua situação, bem assim como devolver aquela entidade todas as importâncias indevidamente recebidas.
Prestados estes esclarecimentos, não se justifica a realização de qualquer diligência adicional deste órgão do Estado sobre o assunto suscitado na sua exposição.
Com os melhores cumprimentos,
O Coordenador

Ok, fiquei esclarecido sobre o que já sabia, levei uma lição de moral para que não volte a incomodar Sua Excelência o Senhor Provedor de Justiça com uma queixa sobre se era legal o Instituto de Segurança Social ter ordenado ao meu banco que sacasse os € 219,20 à minha conta sem minha autorização, o que me levou a deixar de ter confiança na banca e nos valores miseráveis que lá se encontram depositados em meu nome, uma vez que se pode sacar dinheiro sem que o proprietário do dinheiro tenha conhecimento ou tenha dado autorização para isso.

Atenção que não estou a tirar razão ao ter de devolver o valor da pensão creditada indevidamente em Agosto, mas ao facto de esta operação ter sido efectuada sem meu conhecimento e/ou autorização. Uma vez que o CNP teria de continuar a pagar as pensões de sobrevivência (que não fez ainda como era seu DEVER e OBRIGAÇÃO de pessoa de bem), o mais lógico – e mais honesto -, seria enviarem-me uma notificação para efectuar essa devolução.

De hoje em diante não incomodarei mais Sua Excelência o Senhor Provedor de Justiça dado que a “justiça” apenas rende aos ricos e poderosos, não aos miseráveis da plataforma básica.

================================

Recebi hoje o seguinte e-mail:

—–Mensagem original—–
De: Autoridade Tributária e Aduaneira [mailto:info@at.gov.pt]
Enviada: 29 de setembro de 2016 14:12 p
Para: F Gomes
Assunto: IRS – Pagamento da prestação – setembro 2016

Ex.mo(a) Senhor(a),

FRANCISCO GOMES

Termina amanhã, dia 30 de setembro, o prazo para efetuar o pagamento da prestação de IRS referente ao mês de setembro, da qual foi recentemente enviada notificação pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

O pagamento poderá ser efetuado nas caixas de Multibanco, nos balcões dos CTT, nas instituições de crédito aderentes e home-banking ou em qualquer Serviço de Finanças.

A falta de pagamento de qualquer das prestações resulta no vencimento imediato das seguintes e a instauração do respetivo processo de execução fiscal pelo valor em dívida a que acrescem todas as custas do processo, pelo que deverá efetuar o pagamento dentro deste prazo.

A AT privilegia sempre o cumprimento voluntário das obrigações fiscais e por isso disponibiliza toda a informação necessária para o efeito.

Para qualquer esclarecimento adicional, contacte:

– Centro de Atendimento Telefónico (CAT), através do número 707 206 707, nos dias úteis, das 09:00H às 19:00H;
– Serviço e-balcão, disponível no Portal das Finanças, selecionando “Registar Nova Questão”, Imposto ou área: Cobrança / Reembolsos>> Tipo questão: Cobrança>> Questão: Prestações/Informações.

Se entretanto já efetuou o pagamento, considere esta comunicação sem efeito.

Com os melhores cumprimentos,

O Chefe de Finanças

Pretendia responder a este e-mail com outro do seguinte teor:

Para: Autoridade Tributária e Aduaneira [mailto:info@at.gov.pt]
Data: 29.Set.2016
De F Gomes
Assunto: IRS – Pagamento da prestação – setembro 2016

Boa tarde

Veremos se consigo verba até amanhã, dia 30, para pagar esses 300 euros dado que encontro-me em INCUMPRIMENTO com a renda da casa deste mês em virtude de minha esposa ter falecido no passado dia 18 de Julho e tanto a Caixa Geral de Aposentações como o Centro Nacional de Pensões ainda NÃO PAGARAM as despesas de funeral (CGA) e as pensões de sobrevivência dos meses de Agosto e Setembro (CGA e CNP), a não ser que me dedique a rebentar com ATM’s ou a assaltar algum banco para conseguir os 300 euros para vos pagar. Como prova desta situação, seguem os e-mails que justificam a minha afirmação: (seguiriam cópias dos e-mails aqui publicados entre mim e a CGA e CNP).

Contudo, o e-mail info@at.gov.pt não recebe e-mails dando a informação de “Não responder a este email <info@at.gov.pt>“, o que inviabilizou este envio. Porque será que os desgraçados dos contribuintes/cidadãos têm apenas DEVERES e não DIREITOS? E ainda por cima, como se isto não bastasse, se queremos telefonar para os cavalheiros que nos sacam o pouco e miserável que temos, temos de ligar para o 707 206 707 número de valor acrescentado, o que representa que ainda estamos a ser mais espremidos!

Porca “democracia”…!!!

logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=a4df444b_1488654358075]

74: 13.Set.2016

0-lutotransp200Infelizmente, terminou no passado dia 18 de Julho a minha “actividade” de cuidador de minha esposa, com demência de Alzheimer e outras patologias associadas, contudo, a minha “actividade” de cuidador continua embora não tanto desgastante mas também muito intensa dado que tenho de cuidar de minha filha, diabética insulina-dependente que entra em coma glicémico muito frequentemente, especialmente durante a noite ou antes de jantar.

O artigo que a seguir insiro vem na sequência dos custos que, pelos vistos, abrangem a maioria das doenças incuráveis e que necessitam de cuidados especiais. Mas passemos à notícia:

Diabetes

O fim das picadelas no dedo

Monitorização da doença tornou-se mais fácil, com uma nova tecnologia que evita as picadelas nos dedos dos doentes.

Há 22 anos que Maria de Lurdes Frade pica os dedos. Não uma, mas várias vezes ao dia. Hoje, com 60 anos, a diabetes de que sofre obriga-a a três injecções de insulina diárias e seis picadelas de dedo para avaliar os níveis de glicose. «Custa tanto», admite ao Destak. Por isso, não tem dúvidas quanto lhe perguntam como seria viver sem ter que picar o dedo: «imagino que deve ser o paraíso!». É isso que oferece uma nova tecnologia, que chega ao País. Mas que não é para todos.

Com um custo de €169,90 (o kit), mais €59,90 por cada sensor, cuja duração é de 14 dias, esta é uma tecnologia que apenas alguns podem pagar. «Uma injustiça», classifica Maria de Lurdes Frade, que apela a uma comparticipação do Estado. José Luís Medina, presidente da Sociedade Portuguesa de Diabetologia e Francisco Carrilho, presidente da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia pedem o mesmo. A decisão está agora do lado do Infarmed, que se encontra, segundo Paulo Sousa, responsável da Abbott, que comercializa o produto, a avaliar a situação.

Manancial de informações

«Para quem, há muitos anos, acompanha o dia a dia dos doentes diabéticos e partilha não só a parte clínica mas humana desta doença, que pesa muito na vida das pessoas, quando falávamos sobre o futuro, falávamos de dispositivos semelhantes a este», partilha Francisco Carrilho, que não hesita em classificar a novidade como «disruptiva», capaz de reduzir os episódios de hipoglicémias e melhorar a qualidade de vida.

Por isso, lança um desafio: que por cá seja possível aceder à tecnologia, «sendo seguro que com esta acessibilidade vamos ter uma redução dos custos com a saúde».

«Um avanço notável»

Com recurso a uma tecnologia «única», o FreeStyle Libre, o primeiro medidor de glicose que evita as picadas nos dedos e que começa a ser comercializado em Portugal na próxima semana, é composto por um sensor, que deve ser colocado na parte posterior do braço, e um leitor que recolhe a informação. E tem indicação para todos os diabéticos mas sobretudo para os do tipo 1 e do tipo 2 que fazem insulina.

«Um avanço notável», garante José Luís Medina, e capaz de «melhorar a qualidade de vida dos doentes», oferecendo três tipos de informação: «sobre o perfil de glicose nas últimas horas, o valor presente e a tendência de futuro. Uma vantagem, já que avisa sobre os ajustes necessários».

Jornal Destak online
12 | 09 | 2016 11.01H
Carla Marina Mendes | cmendes@destak.pt

Nota: “Com um custo de €169,90 (o kit), mais €59,90 por cada sensor, cuja duração é de 14 dias, esta é uma tecnologia que apenas alguns podem pagar.” o que significa que, quanto aos sensores, são € 4,28/dia. Ora, a notícia refere que esse sensor é colocado no braço mas não informa se é um por dia ou sempre que se pretenda fazer uma medição.

Mas como diz a notícia, “esta é uma tecnologia que apenas alguns podem pagar”, ou seja, quem tem dinheiro pode seguir esta metodologia, quem não tem dinheiro, continua a picar o dedo… Como em quase tudo na área da saúde em Portugal.

Ou seja, os ricos quando morrem vão de pança cheia; os pobres quando morrem já vão cadáveres.

logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=35c99502_1488655123348]

72: 11.Set.2016

0-lutotransp200Rápidos a ESMIFRAR dinheiro aos contribuintes de fracos recursos económicos são extremamente rápidos, PAGAR o que os contribuintes têm DIREITO por lei… isso é para quando existir… oportunidade…!

E é neste país miserável onde vivo que a AT-Autoridade Tributária e Aduaneira, mais conhecida por Fisco ou Finanças, enviou-me hoje um aviso de pagamento no valor de € 300,00 referente à 1ª. prestação (de duas) do IRS de 2015, a liquidar até dia 30 do corrente mês. Como é que um contribuinte que recebe de pensão pouco mais de € 460,00  pode pagar esta verba se a pensão da esposa terminou por falecimento em 18 de Julho e os subsídios por viuvez referentes aos meses de Agosto e Setembro não foram pagos nem sequer o subsídio de funeral?

Se ficar sem dinheiro para pagar a renda da casa, a água, o gás ou a electricidade, a farmácia, a alimentação ou outras despesas básicas de primeira necessidade, QUE SE LIXE! Desenrasca-te que a banca, os banqueiros, os corruptos, os ladrões e os vígaros precisam de continuar a chupar o teu dinheiro!

Eu gostaria de ser premiado com o €uromilhões não para ser mais um novo-rico, mas para poder FUGIR deste país e destas quadrilhas que me andam a ROUBAR no pós golpe de Estado de Abril’74.

logo_transp_200

21.Out.2017

21.Out.2017

9 horas ago cuidador cuidador
Dia de visita à campa da nossa querida Tina. Mais 3 florzinhas vermelhas a juntar às que lá estavam…
Read More
9 horas ago21.Out.2017
18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

4 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
1 semana ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017

[powr-hit-counter id=7b57a0ba_1488655174021]