32: 10.Jul.2016

Uma noite quase calma, um dia mais que agitado. Parece que ao fim-de-semana, a dose é extra.

Amanhã, tenho cá em casa a médica de família e a(s) enfermeira(s) – às vezes vem uma, outras vezes vêm duas, nunca se sabe -, a primeira para reavaliar a D. Albertina (quantas “reavaliações” serão ainda necessárias?), a(s) segunda(s) para fazer limpeza às úlceras e colocar pensos novos.

Fica um vídeo de um a altura em que a Tina estava a desatinar, embora esta não fosse a pior fase…

0-assinatura

18.Jul.2016 - 18.Dez.2017
cuidador cuidador 17 horas ago

Há 17 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no… Read More

18.Jul.2016 – 18.Dez.2017
17.Dez.2017
cuidador cuidador 1 dia ago

A senhoria do prédio onde residimos há cerca de 19 anos, é emigrante em França. Esteve cá durante un… Read More

17.Dez.2017
16.Dez.2017
cuidador cuidador 2 dias ago

A nossa visita semanal à campa da nossa querida, num dia cheio de Sol. Hoje, levámos um raminho de t… Read More

16.Dez.2017
09.Dez.2017
cuidador cuidador 1 semana ago

Dia nublado mas sem chover. Fomos a mais uma visita à campa da nossa querida e hoje levámos um ramin… Read More

09.Dez.2017
03.Dez.2017
cuidador cuidador 2 semanas ago

Ontem, sábado, não existiram condições para a nossa habitual visita semanal à campa da nossa querida… Read More

03.Dez.2017

[powr-hit-counter id=1b724820_1488656612906]

19: 25.Jun.2016

A manhã da Tina foi sossegada mas depois do almoço virou por completo.

O vídeo mostra apenas um pouco da situação e a dose de Quetiapina (50mg) teve de ser reforçada (100mg) para ver se acalmava.

Veremos com o decorrer do tempo já que são ainda 16:20 horas.

Entretanto, da família da Tina, nem vê-los…!!! Infelizmente ela já não tem capacidade para poder limpar o olho do cu a todos eles!

Um deles, o Dicas, que andou comigo na escola primária da Câmara, quando foi para a guerra em Moçambique logo no início, a Tina ia várias vezes ao S.P.M. (Serviço Postal Militar) no forte do Bom Sucesso em Pedrouços, enviar-lhe encomendas com latas de conserva, enchidos e outros mimos para que ele sentisse que tinha cá quem se lembrava dele.

A paga, nestes momentos dolorosos, é o puro e completo desprezo pela situação em que a irmã se encontra! Quanto aos outros irmãos, apenas uma, a Amélia, vai telefonando e já se prestou a levá-la ao hospital por duas vezes, a última das quais foi à Fundação Champalimaud, ainda a Tina conseguia mover-se. O resto, é tudo estrume da pior espécie!

0-assinatura

18.Jul.2016 - 18.Dez.2017

18.Jul.2016 – 18.Dez.2017

17 horas ago cuidador cuidador
Há 17 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no…
Read More
17 horas ago18.Jul.2016 – 18.Dez.2017
17.Dez.2017

17.Dez.2017

1 dia ago cuidador cuidador
A senhoria do prédio onde residimos há cerca de 19 anos, é emigrante em França. Esteve cá durante un…
Read More
1 dia ago17.Dez.2017
16.Dez.2017

16.Dez.2017

2 dias ago cuidador cuidador
A nossa visita semanal à campa da nossa querida, num dia cheio de Sol. Hoje, levámos um raminho de t…
Read More
2 dias ago16.Dez.2017
09.Dez.2017

09.Dez.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia nublado mas sem chover. Fomos a mais uma visita à campa da nossa querida e hoje levámos um ramin…
Read More
1 semana ago09.Dez.2017
03.Dez.2017

03.Dez.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Ontem, sábado, não existiram condições para a nossa habitual visita semanal à campa da nossa querida…
Read More
2 semanas ago03.Dez.2017

[powr-hit-counter id=aee3c4ef_1488657589186]