152: 24.Dez.2016

Hoje, eu e a Vera fomos fazer uma visita à Tina, retirar as flores mais murchas e colocar novas. A Vera esteve a limpar a pedra, o cascalho foi reposto e a campa está mais composta.

Daqui a pouco vêm-nos buscar para passarmos a consoada com as netas embora com uma profunda tristeza mas a Rita chorou para que fôssemos passar com elas e não pude resistir àquele apelo.

Não estarás presente fisicamente, mas lembrar-te-emos como se estivesses.

18.Jul.2016 - 18.Dez.2017

18.Jul.2016 – 18.Dez.2017

17 horas ago cuidador cuidador
Há 17 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no…
Read More
17 horas ago18.Jul.2016 – 18.Dez.2017
17.Dez.2017

17.Dez.2017

1 dia ago cuidador cuidador
A senhoria do prédio onde residimos há cerca de 19 anos, é emigrante em França. Esteve cá durante un…
Read More
1 dia ago17.Dez.2017
16.Dez.2017

16.Dez.2017

2 dias ago cuidador cuidador
A nossa visita semanal à campa da nossa querida, num dia cheio de Sol. Hoje, levámos um raminho de t…
Read More
2 dias ago16.Dez.2017
09.Dez.2017

09.Dez.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia nublado mas sem chover. Fomos a mais uma visita à campa da nossa querida e hoje levámos um ramin…
Read More
1 semana ago09.Dez.2017
03.Dez.2017

03.Dez.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Ontem, sábado, não existiram condições para a nossa habitual visita semanal à campa da nossa querida…
Read More
2 semanas ago03.Dez.2017

[powr-hit-counter id=b893f1cf_1482590240516]

140: 08.Dez.2016

Cá em casa, celebrámos sempre o Natal em família, ou seja, eu, a Tina, as nossas filhas Vera e Sandra, as nossas netas Raquel e Rita e o meu genro.

Desde que a Tina adoeceu, essa prática foi-se esfumando até terminar pois não existia alegria, paciência para preparar as coisas, nem a árvore de Natal voltou a ser montada, ritual que se fazia desde que a Vera nasceu há 50 anos.

Deixei de festejar o Natal e este ano fomos convidados pela minha neta mais nova a irmos (eu e a Vera) passar o Natal em casa dela. A situação financeira está péssima, alegria é coisa que desapareceu, mas as netas merecem que se faça um sacrifício e aceitei o convite.

Seremos apenas dois em vez de três como em anos passados, mas a Tina estará sempre presente, nos nossos corações, na nossa cabeça e nas nossas lembranças.

À Rita, que vai fazer para a semana 11 aninhos, vamos oferecer uns patins dado que ela tem esta prática na escola 3 vezes por semana; à Raquel que fez 16 anos em Junho, como disse não querer nada de material mas dinheiro para juntar, será oferecido o mesmo valor que os patins da irmã.

Aqui ficam as imagens dos patins que eu, a Tina e a Vera iremos oferecer na noite de Natal à Rita:

e o respectivo saco de transporte:

18.Jul.2016 - 18.Dez.2017

18.Jul.2016 – 18.Dez.2017

17 horas ago cuidador cuidador
Há 17 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no…
Read More
17 horas ago18.Jul.2016 – 18.Dez.2017
17.Dez.2017

17.Dez.2017

1 dia ago cuidador cuidador
A senhoria do prédio onde residimos há cerca de 19 anos, é emigrante em França. Esteve cá durante un…
Read More
1 dia ago17.Dez.2017
16.Dez.2017

16.Dez.2017

2 dias ago cuidador cuidador
A nossa visita semanal à campa da nossa querida, num dia cheio de Sol. Hoje, levámos um raminho de t…
Read More
2 dias ago16.Dez.2017
09.Dez.2017

09.Dez.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia nublado mas sem chover. Fomos a mais uma visita à campa da nossa querida e hoje levámos um ramin…
Read More
1 semana ago09.Dez.2017
03.Dez.2017

03.Dez.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Ontem, sábado, não existiram condições para a nossa habitual visita semanal à campa da nossa querida…
Read More
2 semanas ago03.Dez.2017

[powr-hit-counter id=55398fe3_1481215306891]