A propósito de “desonra”…

Um dia após a passagem de um ano do falecimento de minha esposa, li num diário online, o seguinte título: “Costa considera que manutenção de Ventura como candidato “desonra” Passos”, isto em ordem ao candidato autárquico André Ventura do PPD a Loures, por eventuais afirmações “racistas” contra a etnia cigana.

Mas quem se pode desonrar quem já não possui qualquer espécie de honra, de verticalidade, de honestidade, de dignidade, como é o caso do farsolas PaFioso que destruiu este país e o seu Povo, no governo anterior?

As imagens que se seguem, são extremamente chocantes para pessoas sensíveis, mas elas têm de ser mostradas para que provem o que o desgoverno do regime PaFioso proto-nazi do PPD/CDS e, concomitantemente, o seu executor principal, mais conhecido por Dr. Morte fez enquanto esteve no poder.

Minha esposa não morreu da doença (Alzheimer) mas da falta de assistência hospitalar – que vários médicos lhe negaram (médico de família, psiquiatria e neurologia) – e onde deveria estar para ser assistida, tratada, medicada e acompanhada, evitando o sofrimento atroz nos seus últimos dias de vida.

A resposta era sempre que não existiam meios, não existiam condições para o seu internamento e a solução passava, sempre, por um Lar de Idosos, como se estas instituições tivessem a capacidade técnica de uma unidade hospitalar ou, pelos cuidados paliativos e/ou continuados, todos eles de elevados custos para o nosso orçamento familiar.

Não satisfeitos com a situação em curso, ainda me acusaram de ter negado esses cuidados (paliativos e continuados) a minha esposa o que levou ao extremo da minha indignação informando-os que se pagasse aqueles “cuidados”, teria de ir viver para debaixo da ponte com a minha filha que também e infelizmente, possui uma doença crónica grave, com estados de coma frequentes.

Nas últimas semanas de vida de minha esposa, iam ao domicílio duas enfermeiras do Centro de Saúde fazerem-lhe a limpeza das feridas, renovarem pensos, duas vezes por semana, que passaram a três vezes dada a gravidade da situação. Mesmo com a presença da médica de família por duas vezes nas últimas semanas de vida e constatando in loco, ao vivo e a cores, a gravidade da situação, nunca lhe foi dada a mais pequena hipótese de internamento hospitalar.

Foi algaliada e colocaram-lhe uma sonda gástrica que já nada adiantava e que fez com que tivesse de chamar o INEM que a levou para a urgência do hospital de S. Francisco Xavier, onde viria a falecer horas depois, devido a insuficiência respiratória provocada por choque séptico. Quem pretender saber o que é choque séptico, vá ao Google e escreva essas palavras, mas resumidamente:

Choque séptico é uma complicação de uma infecção na qual as toxinas dão início a uma resposta inflamatória em todo o corpo. É frequente em idosos ou em pessoas com comprometimento do sistema imunológico.

Os médicos identificaram três estágios de sepse:

  • sepse, quando a infecção atinge a corrente sanguínea e causa inflamação em todo o corpo
  • sepse grave, que ocorre quando a infecção interrompe o fluxo de sangue para o cérebro ou para os rins, levando à falência órgãos. Os coágulos de sangue causam gangrena (morte do tecido) nos braços, pernas e dedos das mãos e dos pés.
  • choque séptico, quando a pressão sanguínea cai significativamente. Isso pode levar a falência respiratória, cardíaca ou de um órgão e à morte.

A queixa que ainda em vida de minha esposa apresentei contra a médica de família, logo, há mais de um ano, ainda encontra-se de pantanas de um lado para o outro na Ordem dos Médicos e, pelos vistos, vai morrer solteira. Meus amigos, quem neste País não tem uma forte componente financeira como suporte, está previamente condenado a este tipo de situações em toda e qualquer outra área social.

Atenção às imagens que podem chocar pessoas sensíveis:

Tratamento às úlceras

6 de Julho de 2016 – úlcera na anca com exposição óssea
Saco da algália com urina completamente castanha
Úlcera num dos braços
Úlcera na região sagrada, com exposição óssea
Não é uma cama de hospital mas sim no domicílio já com sonda gástrica e algália instaladas.

Descansa em Paz, minha querida, que eu nunca perdoarei a quem tanto mal te fez em vida.

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=0bc08bbf_1500456803434]

 

120: 04.Nov.2016

0-lutotransp200É facto que o CNP-Centro Nacional de Pensões é um organismo que debita COMPLETO DESPREZO por quem se lhe dirige para obter qualquer tipo de informação. Razão tem, de sobra, o dr. Garcia Pereira – embora não seja admirador deste personagem -, no artigo que escreveu e que aqui inseri sob o título “A insustentável arrogância da Segurança Social“.

Dos vários e-mails anteriormente dirigidos ao CNP para saber o estado do pagamento das pensões a que tenho direito, apenas responderam uma vez (que sorte…!!!) e nem assim deram qualquer tipo de informação concreta.

No passado dia 2 do corrente, enviei o e-mail que a seguir transcrevo, este também condenado a não obter resposta daquela instituição:

Data: qua 02/11/2016 13:20
Para: _0CNP <cnp-pensoes@seg-social.pt>
Asunto: Pedido de informação urgente

A/c da Exma. Sra.
Chefe de Equipa
D. ANA MARIA ANTUNES
Sector 4.1.4

Boa tarde

Recebi hoje uma carta da CGA informando que não tinha direito ao subsídio por morte dado que esse mesmo pedido tinha sido efectuado no CNP.

Dado que não fui eu que tratei deste assunto, embora tenha a cópia dos documentos, estava plenamente convencido que a CGA pagaria as pensões de sobrevivência referentes à pensão de minha esposa, mais as despesas de subsídio por morte/funeral e o CNP pagaria as pensões de sobrevivência da pensão que ela tinha convosco.

Qual não foi o meu espanto quando hoje telefonei para a CGA e informaram-me que era o CNP que iria pagar essas prestações.

Nesta conformidade, agradeço informação sobre quais os montantes a receber este mês, quer da pensão de sobrevivência, quer das despesas de funeral.

Obrigado,

===========================

Como é referido no e-mail supra, foram dois os processos entregues, um na CGA e outro no CNP, para pedido dos respectivos subsídios e pensões de sobrevivência, sendo que o pedido para as despesas de funeral foi solicitado à CGA e não ao CNP. Por que motivo as voltas foram trocadas, desconheço mas também não me esclarecem.

Resta-me esperar pelo dia 10 para saber (se souber) a resposta a todas as minhas dúvidas sendo mais que certo que o CNP, como habitualmente e ao contrário da CGA, não possui no site deles a informação sobre o que cada pensionista recebe mensalmente. Neste aspecto o CNP fica a milhares de milhas de distância da CGA.

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=c4bcab2b_1488653449763]

115: 26.Out.2016

.

0-lutotransp200No passado dia 25/09/2016, enviei um e-mail à Inspecção Geral da Segurança Social (iss-ip@seg-social.pt) e outro ao Gabinete Ministro da Segurança Social: (apoio.msess@msess.gov.pt) informando das minhas dificuldades face ao não recebimento devido por morte de minha esposa ocorrido em 18 de Julho passado, quer por parte do CNP-Centro Nacional de Pensões, quer da CGA-Caixa Geral de Aposentações..

Qualquer destas duas entidades NÃO RESPONDEU a estes e-mails até à data, o que demonstra bem e prova que as pessoas, para eles, são números contabilísticos para estatísticas e mais nada.

À data deste post, apenas a CGA pagou as pensões de sobrevivência referentes aos meses de Agosto, Setembro e Outubro, tendo ficado por liquidar as despesas com o funeral dado que o CNP, até hoje, ainda não se dignou enviar resposta à CGA informando que não corre ali nenhum processo de pedido de subsídio de funeral. Enquanto esta resposta não chegar à CGA, a verba encontra-se suspensa.

Quanto ao CNP, além do não envio da resposta ao pedido efectuado pela CGA, as pensões de sobrevivência apenas serão pagas no próximo mês de Novembro.

Para uns, 10.000 euros não chegam para as despesas; para outros, recebem um ordenado mensal de 35.000 euros mais prémios e mordomias e em todos os casos semelhantes, esta gente não tem a mínima noção dos que estão cá em baixo e pelas atrocidades por que passam no seu dia-a-dia.

Ninguém consegue viver sem um mínimo de recursos financeiros a não ser que passe à condição de sem-abrigo, a comer dos caixotes do lixo, a dormir em vãos de escada, alpendres, bancos de jardim ou similares, até esgotarem as suas vidas.

E, para compor o ramalhete das dificuldades, no final deste mês, tenho a segunda e última prestação do IRS no valor de 300 euros para pagar, sem apelo…

Quanto à candidatura para uma habitação social enviada à C.M.L., estou à espera de uma resposta à recepção do pedido efectuado no passado dia 14 de Outubro.

RAHM – Candidatura nº 34133/DMHDL/2016
De: rrahm@cm-lisboa.pt
Data: sex 14/10/2016 19:21

A Candidatura nº 34133/DMHDL/2016 foi submetida/ enviada com sucesso para os Serviços da CML (Data/ hora da operação: 14-10-2016 19:20:21).
Obrigado.

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=b1a865b0_1488653615634]

112: 21.Out.2016

.

0-lutotransp200Em resposta ao e-mail enviado à CGA – Caixa Geral de Aposentações, sobre se o CNP – Centro Nacional de Pensões já lhes tinha devolvido o fax enviado a fim de procederem (CGA) ao pagamento do subsídio de funeral de minha esposa, lembro, ocorrido em 18 de Julho passado, a resposta foi esta:

Assunto: RE:’CGA=001-555-069′ Pedido de informação
De: CGA Geral <cga@cgd.pt>
Data: sex 21/10/2016 10:54
CC: _0CNP <cnp-pensoes@seg-social.pt>

Exmo. Senhor

Informamos que ainda não recebemos a resposta do Centro Nacional de Pensões.

Com os melhores cumprimentos,

UAC12 – Equipa de Atendimento Escrito

=========================

e este foi o e-mail que deu origem à resposta acima:

—–Original Message—–
From: F Gomes
Date: Thursday, October 20, 2016 07:36 PM
To: _0CNP (cnp-pensoes@seg-social.pt)
Cc: DAC-CGA (cga@cgd.pt)
Subject: FW: Pedido de informação

Boa tarde

Pretendo saber se já foi enviada resposta à Caixa Geral de Aposentações relativa ao assunto infra, dado que ainda não recebi qualquer verba referente ao subsídio de funeral de minha esposa.

Obrigado,

Francisco Gomes

=====================

De: F Gomes
Enviada: 3 de outubro de 2016 18:59 p
Para: _0CNP (cnp-pensoes@seg-social.pt)
Assunto: FW: ‘CGA=001-555-069’ Pedido de informação

Boa tarde

Sem qualquer resposta aos meus e-mails anteriores, apenas pergunto se V. Exas. conseguem (sobre)viver sem dinheiro. Gostaria de conhecer a fórmula.

Obrigado,

Francisco Gomes

==================

Ou seja, o CNP – Centro Nacional de Pensões está-se completamente borrifando para que as pessoas possam (sobre)viver ou não, porque se entretanto morrerem, é menos um a receber subsídios… Pelos vistos é esta a política seguida por esta instituição. E basta apenas o CNP devolver à CGA a cópia do Fax por estes enviada por DUAS VEZES, sobre se existe ou não algum pedido de subsídio de despesas de funeral para que a CGA possa desbloquear esse pagamento. É assim tão difícil, porra???

Já pensei apresentar uma queixa ao Provedor de Justiça mas infelizmente este órgão, das vezes que reclamei para outros assuntos bem fundamentados e a exigir uma tomada de posição efectiva, mandou-me apanhar ar no jardim mais próximo…

Não vale a pena viver neste país que tão maltrata os seus cidadãos e contribuintes a todos os níveis. A única culpa que assumo, foi a de não ter emigrado logo que vim da guerra colonial em África.

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=ef8138d3_1488653717224]

99: 06.Out.2016

0-lutotransp200Finalmente (!!!) recebi hoje a atenção do CNP – CENTRO NACIONAL DE PENSÕES com um e-mail nestes termos:

De: CNP-PENSOES <CNP-PENSOES@seg-social.pt>
Assunto: FW: Situação difícil
Data: qui 06/10/2016 14:17
Para: F Gomes

Caro Senhor
FRANCISCO GOMES

Relativamente ao seu contacto o qual agradecemos, informa-se que o pedido de benefícios por morte (subsídio por morte e pensão de sobrevivência) apresentado encontra-se concluído.

Assim, o pagamento da pensão de sobrevivência, reportando-se a 2016/08/01, será efetuado no mês de novembro de 2016.

Para qualquer esclarecimento adicional, não hesite em contactar-nos.

Com os melhores cumprimentos,

Núcleo de Gestão da Relação com o Cliente
Unidade de Apoio à Direção
Centro Nacional de Pensões
Instituto da Segurança Social, I.P.
Campo Grande, n.º 6 | 1749-001 Lisboa
Telef.: (+351) 300 502 502 | Fax: (+351) 300 510 851

Ou seja, não basta AINDA NÃO TEREM PAGO os subsídios de Agosto, Setembro e Outubro fazendo-o apenas em NOVEMBRO! Entretanto as pessoas podem ir comendo trampa ou se calhar nem isso têm para comer; podem ter ficado sem água, sem electricidade ou sem gás por falta de pagamento, que eles também não se importam com isso e continuarem com a renda da casa por pagar e dependendo apenas da bondade do senhorio…

Acho que já nem vale a pena fazer mais comentários pois a merda de país em que vivo, a merda de políticos que por cá vegetam e a merda de instituições que são tudo menos de segurança ou sociais demonstram bem o que são ou representam para essa corja, os pensionistas, reformados ou utentes.

Aliás, existe apenas uma coisa em que eles se interessam principalmente: ROUBAR O MAIS POSSÍVEL A QUEM POUCO OU NADA TEM.

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=ef9d04af_1488654186466]

97: 04.Out.2016

Hoje, recebi o seguinte e-mail da CGA-Caixa Geral de Aposentações:

De: CGA Geral <cga@cgd.pt>
Assunto: RE:’CGA=001-555-069′ Pedido de informação
Data: ter 04/10/2016 10:54
Para: F Gomes

Ex.mo Senhor

O pagamento da pensão de sobrevivência iniciar-se-á no corrente mês de Outubro, mais precisamente no dia 19.
Em conjunto serão pagos os retroactivos, devidos desde 18 de Julho.

Continuamos a aguardar a resposta do Centro Nacional de Pensões.

Com os melhores cumprimentos,
UAC 12 – Equipa de Atendimento Escrito

==========================

Continuam a aguardar resposta do CNP-Centro Nacional de Pensões, a dois faxes enviados pela CGA. Ainda não tiveram tempo de colocarem duas cruzinhas no papel e devolverem à CGA a fim desta poder libertar e pagar as despesas do funeral?

E também do CNP PAGAR o que me é devido, ou seja, as pensões de Agosto, Setembro e provavelmente, por este andar, a de Outubro no próximo dia 10? Souberam sacar atempadamente à minha conta bancária, sem meu conhecimento ou ordem expressa nesse sentido, a pensão creditada indevidamente em 10 de Agosto de € 219,20 e agora não são tão lestos a PAGAREM O QUE ME DEVEM??? CANALHAS!

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=5765408d_1488654237282]

94: 30.Set.2016

Hoje, sinto-me ROUBADO IMPUNEMENTE e sem poder recorrer à polícia a fim de apresentar queixa porque estou a ser ROUBADO pelo ESTADO PORTUGUÊS, e este ROUBA a seu bel-prazer sem ter de prestar contas a NINGUÉM, antes, com um sério aviso aos “incumpridores” deste saque legal: “A falta de pagamento de qualquer das prestações resulta no vencimento imediato das seguintes e a instauração do respectivo processo de execução fiscal pelo valor em dívida a que acrescem todas as custas do processo, pelo que deverá efectuar o pagamento dentro deste prazo.”!!!

Paguei a primeira (de duas) prestações referentes ao IRS de 2015 no valor de € 300,00 cada uma e o Estado está-se completamente BORRIFANDO para que o contribuinte fique sem cheta para se governar, pagar os seus compromissos ou já se encontre em INCUMPRIMENTO por falta de recebimentos desse mesmo Estado-ladrão.

Até hoje, NÃO RECEBI qualquer informação das 4 entidades (CGA, CNP, Gab Apoio Ministro (MSSS) e Inspecção Geral da Segurança Social pedida em 25 do corrente) a quem solicitei informação sobre o NÃO PAGAMENTO das despesas de funeral de minha esposa, ocorrido em 19 de Julho, assim como do pagamento das pensões de sobrevivência dos meses de Agosto e Setembro.

É doloroso ter de (sobre)viver num país miserável como este; é doloroso ter de constatar que os políticos – todos eles, sem excepção -, são uma cambada de inúteis que apenas se lembram do povo quando precisam dele para botar cruzinha no boletim de voto no dia das eleições – e estão-se completamente borrifando para tudo o resto.

É preciso sacar o mais possível, de preferência aos mais desfavorecidos, aos miseráveis idosos pensionistas e reformados de baixos recursos económicos porque esses já não têm força para se defenderem e estão em prazo fora de validade. E têm de ser estes a alimentar a pança dos banqueiros corruptos, da banca e toda a canalha corrupta existente no país, a todos os níveis.

pagamentoaladroes2

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=03f0c7ad_1488654305515]

92: 29.Set.2016

(actualização às 16:40 horas)

Já levei várias negas do Provedor de Justiça em queixas apresentadas anteriormente e em outras áreas. Parece-me que afinal o Provedor de Justiça deve ser uma figura de retórica para inglês ver que estamos num país “democrático” onde existe uma figura que deveria defender quem a ele recorre mas não é bem assim. Vejamos:

Da queixa enviada no passado dia 5 de Setembro sobre o saque não autorizado do Instituto de Segurança Social – o tal que ainda NÃO CUMPRIU com o pagamento das pensões de sobrevivência de Agosto e Setembro, nem resposta dá aos e-mails que lhe são dirigidos, por isso, sem qualquer moral para sacar dinheiro das contas dos utentes sem autorização deles ou com origem numa decisão judicial -, foi-me dada a seguinte resposta por Sua Excelência o Senhor Provedor de Justiça, via um coordenador do Gabinete:

Data 29/09/2016

Assunto: Queixa dirigida ao Provedor de Justiça em 5.09.2016. Pagamento indevido de pensão após o óbito.

Tendo por referência a queixa dirigida por V. Exa a este órgão do Estado, através da qual solicita esclarecimentos sobre o procedimento em uso no sistema bancário que conduziu à devolução à segurança social das quantias que indevidamente foram creditadas na conta conjunta de que V. Exa era titular, com a sua falecida esposa, cumpre-me informar o seguinte:
Antes de mais, permito-me fazer notar que o Provedor de Justiça não é um órgão de consulta, não se integrando, por isso, no quadro das suas competências legais a emissão de pareceres ou a prestação de esclarecimentos solicitados pelos interessados.
Tal significa que os cidadãos deverão dirigir-se previamente às entidades visadas, a fim de exporem as situações em causa e solicitarem os esclarecimentos que pretendem.
Não obstante, informo a V. Exa que, tendo a sua esposa falecido no dia 18 de julho p.p., a pensão que lhe foi processada em agosto, mês seguinte ao do falecimento, foi-o indevidamente, uma vez que o direito ao pagamento da pensão extingue-se pela morte do pensionista, de acordo com o disposto nos n.ºs 2 e 3 do artigo 53.º do Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de maio na redação em vigor.
Com efeito, nos termos conjugados do referido artigo 53.º do Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de maio, com o artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 133/88, de 20 de abril, são indevidas as pensões processadas a partir do mês seguinte ao falecimento do seu titular.
Ou seja, todos os valores pagos após a morte do pensionista são indevidos e pertencem ao sistema público de segurança social, pelo que é natural que, uma vez detetado o débito, tal dinheiro seja retirado da conta a que não pertence e devolvido ao seu titular, de acordo com as regras e/ou convenções bancárias estabelecidas neste âmbito entre a sua instituição bancária (ou, eventualmente, entre o banco centralizador) e a segurança social.
Faço ainda notar que incumbe aos beneficiários e, em caso de morte destes, aos respetivos familiares, comunicar aos serviços do Instituto da Segurança Social, IP todas as alterações ocorridas na sua situação, bem assim como devolver aquela entidade todas as importâncias indevidamente recebidas.
Prestados estes esclarecimentos, não se justifica a realização de qualquer diligência adicional deste órgão do Estado sobre o assunto suscitado na sua exposição.
Com os melhores cumprimentos,
O Coordenador

Ok, fiquei esclarecido sobre o que já sabia, levei uma lição de moral para que não volte a incomodar Sua Excelência o Senhor Provedor de Justiça com uma queixa sobre se era legal o Instituto de Segurança Social ter ordenado ao meu banco que sacasse os € 219,20 à minha conta sem minha autorização, o que me levou a deixar de ter confiança na banca e nos valores miseráveis que lá se encontram depositados em meu nome, uma vez que se pode sacar dinheiro sem que o proprietário do dinheiro tenha conhecimento ou tenha dado autorização para isso.

Atenção que não estou a tirar razão ao ter de devolver o valor da pensão creditada indevidamente em Agosto, mas ao facto de esta operação ter sido efectuada sem meu conhecimento e/ou autorização. Uma vez que o CNP teria de continuar a pagar as pensões de sobrevivência (que não fez ainda como era seu DEVER e OBRIGAÇÃO de pessoa de bem), o mais lógico – e mais honesto -, seria enviarem-me uma notificação para efectuar essa devolução.

De hoje em diante não incomodarei mais Sua Excelência o Senhor Provedor de Justiça dado que a “justiça” apenas rende aos ricos e poderosos, não aos miseráveis da plataforma básica.

================================

Recebi hoje o seguinte e-mail:

—–Mensagem original—–
De: Autoridade Tributária e Aduaneira [mailto:info@at.gov.pt]
Enviada: 29 de setembro de 2016 14:12 p
Para: F Gomes
Assunto: IRS – Pagamento da prestação – setembro 2016

Ex.mo(a) Senhor(a),

FRANCISCO GOMES

Termina amanhã, dia 30 de setembro, o prazo para efetuar o pagamento da prestação de IRS referente ao mês de setembro, da qual foi recentemente enviada notificação pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

O pagamento poderá ser efetuado nas caixas de Multibanco, nos balcões dos CTT, nas instituições de crédito aderentes e home-banking ou em qualquer Serviço de Finanças.

A falta de pagamento de qualquer das prestações resulta no vencimento imediato das seguintes e a instauração do respetivo processo de execução fiscal pelo valor em dívida a que acrescem todas as custas do processo, pelo que deverá efetuar o pagamento dentro deste prazo.

A AT privilegia sempre o cumprimento voluntário das obrigações fiscais e por isso disponibiliza toda a informação necessária para o efeito.

Para qualquer esclarecimento adicional, contacte:

– Centro de Atendimento Telefónico (CAT), através do número 707 206 707, nos dias úteis, das 09:00H às 19:00H;
– Serviço e-balcão, disponível no Portal das Finanças, selecionando “Registar Nova Questão”, Imposto ou área: Cobrança / Reembolsos>> Tipo questão: Cobrança>> Questão: Prestações/Informações.

Se entretanto já efetuou o pagamento, considere esta comunicação sem efeito.

Com os melhores cumprimentos,

O Chefe de Finanças

Pretendia responder a este e-mail com outro do seguinte teor:

Para: Autoridade Tributária e Aduaneira [mailto:info@at.gov.pt]
Data: 29.Set.2016
De F Gomes
Assunto: IRS – Pagamento da prestação – setembro 2016

Boa tarde

Veremos se consigo verba até amanhã, dia 30, para pagar esses 300 euros dado que encontro-me em INCUMPRIMENTO com a renda da casa deste mês em virtude de minha esposa ter falecido no passado dia 18 de Julho e tanto a Caixa Geral de Aposentações como o Centro Nacional de Pensões ainda NÃO PAGARAM as despesas de funeral (CGA) e as pensões de sobrevivência dos meses de Agosto e Setembro (CGA e CNP), a não ser que me dedique a rebentar com ATM’s ou a assaltar algum banco para conseguir os 300 euros para vos pagar. Como prova desta situação, seguem os e-mails que justificam a minha afirmação: (seguiriam cópias dos e-mails aqui publicados entre mim e a CGA e CNP).

Contudo, o e-mail info@at.gov.pt não recebe e-mails dando a informação de “Não responder a este email <info@at.gov.pt>“, o que inviabilizou este envio. Porque será que os desgraçados dos contribuintes/cidadãos têm apenas DEVERES e não DIREITOS? E ainda por cima, como se isto não bastasse, se queremos telefonar para os cavalheiros que nos sacam o pouco e miserável que temos, temos de ligar para o 707 206 707 número de valor acrescentado, o que representa que ainda estamos a ser mais espremidos!

Porca “democracia”…!!!

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=a4df444b_1488654358075]

90: 27.Set.2016

0-lutotransp200
Actualização às 15:00 horas:

Recebi no passado dia 8 de Julho uma carta do Hospital de Egas Moniz para fim de Marcação da Consulta Externa de Psiquiatria – Dra. Inês Macedo – para minha esposa entretanto falecida a 18 desse mesmo mês. Dado que estas consultas efectuavam-se de 3 em 3 meses, a última já foi dada pelo telefone, agendada pela própria médica, dada a incapacidade de minha esposa poder deslocar-se e onde relatei as incidências à médica até essa data.

Seria natural, em meu entender – que pode até estar errado -, a médica telefonar-me hoje para saber do estado da sua paciente ou, se o seu óbito já se encontrar lançado no sistema informático, deixar um voto de pesar pelo acontecimento.

Como até agora não tive nenhum contacto, é bom constatar o que os médicos a quem entregamos os nossos problemas de saúde, dedicam tanto interesse e atenção aos seus pacientes (mesmo já falecidos).

===============================================

Faltam apenas TRÊS DIAS para o final do mês e notícias do Centro Nacional de Pensões e da Caixa Geral de Aposentações, sobre o INCUMPRIMENTO destas instituições de valores que tenho a receber por DIREITO, nem cheiro!

É assim que os contribuintes são classificados e desprezados por esta gentalha, apenas servem para serem ESMIFRADOS com impostos a fim de pagarem as dívidas e as bancarrotas da banca e dos banqueiros que até se dão ao luxo de as suas penas por crimes cometidos serem SUSPENSAS para poderem gozar descansada e livremente as suas férias sem terem o trabalho de se dirigirem ao posto da PSP ou da GNR mais próximos!

Tal e qual como com os partidos políticos que falam todos em nome do Povo mas apenas se lembram dele por altura das eleições, pois passada a campanha, esse Povo que os faz viver à grande e à Portuguesa, ficam completamente esquecidos!

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=00d87b26_1488654414636]

87: 24.Set.2016

0-lutotransp200Quase a entrar na última semana do mês, com a renda da casa em atraso, com as contas da água, electricidade e gás para pagar esta semana que entra, a primeira prestação (de duas) de 300 euros cada para o Fisco (IRS de 2015) e o Centro Nacional de Pensões sem dar resposta quer aos meus e-mails, quer aos e-mails e faxes da Caixa Geral de Aposentações a solicitar-lhes apenas a informação se corre naquela instituição algum processo de pedido de subsídio para funeral!

faxcga-cnp1

Apenas colocar uma cruzinha no pedido da CGA custará assim tanto? Que raio de funcionários são estes, que trampa de incompetência, de laxismo, de incúria, de falta de humanismo sabendo que o utente encontra-se em graves dificuldades financeiras por não receber as pensões a que tem direito?

Se minha esposa não tivesse falecido, não teriam de continuar a pagar-lhe as pensões de reforma aos dias 10 (CNP) e 19 (CGA) de cada mês? Por inteiro? Então porque levam tanto tempo para pagarem agora, METADE dessas pensões de reforma?

Gostava que esses funcionários também tivessem na carteira deles meia dúzia de cêntimos para se governarem!

logo_transp_200

18.Jul.2016-18.Out.2017

18.Jul.2016-18.Out.2017

3 dias ago cuidador cuidador
Há 15 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vive…
Read More
3 dias ago18.Jul.2016-18.Out.2017
14.Out.2017

14.Out.2017

6 dias ago cuidador cuidador
Visita semanal à campa da nossa querida Tina, com florzinhas azuis e brancas.…
Read More
6 dias ago14.Out.2017
07.Out.2017

07.Out.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Antes da visita semanal à campa da Tina, encontrei uma antiga amiga dela, conhecidas de décadas e qu…
Read More
2 semanas ago07.Out.2017
01.Out.2017

01.Out.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
A nossa visita de hoje, dado que ontem não existiu disposição da minha parte. Acontece e há dias ass…
Read More
3 semanas ago01.Out.2017
23.Set.2017

23.Set.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Nova visita à campa da nossa querida Tina. Catorze meses depois de ter baixado à terra para a sua úl…
Read More
4 semanas ago23.Set.2017

[powr-hit-counter id=53557b15_1488654536575]