141: MAIS DO QUE A MORTE, ASSUSTA-ME A SOLIDÃO DOS VELHOS

Este flash de fim de vida, intensamente estampado na fotografia, de Jorge Vieira, cala bem no fundo da nossa sensibilidade, não pela sombra do companheiro que partiu, já liberto e descansado das dores do corpo e da alma, mas pela irreversível solidão da que ainda espera pelo começo dessa viagem.

Tudo dói na crueza desta imagem. É a expressão no rosto da velha senhora e o seu corpo, que se adivinha ressequido, escondido numa roupa que, por isso, ficou vários números acima. São os sapatos e as meias, de quem não tenciona sair à rua. É a toalha, grande demais para a pequena mesa a dois, agora dobrada e a dizer que, estendida, serviu uma família inteira que se esfumou.

Pelos vincos bem marcados, esta toalha, talvez de linho, que ela própria bordou em tempos de jovem casadoira, a juntar ao enxoval, mostra que acabou de sair de um velho baú, com anos e anos de dobrada e adormecida ao lado de um saquinho de alfazema.

In Facebook
António Galopim de Carvalho

18.Jul.2016 - 18.Jul.2018

18.Jul.2016 – 18.Jul.2018

4 dias ago cuidador cuidador
Dois anos...!!! Há 24 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha…
Read More
4 dias ago18.Jul.2016 – 18.Jul.2018
Cientistas descobrem o “Big Bang” do Alzheimer

Cientistas descobrem o “Big Bang” do Alzheimer

1 semana ago cuidador cuidador
Um grupo de cientistas da Universidade do Texas descobriu o “Big Bang” da doença de Alzheimer – o…
Read More
1 semana agoCientistas descobrem o “Big Bang” do Alzheimer
09.Jul.2018

09.Jul.2018

2 semanas ago cuidador cuidador
A Vera está de férias e por isso estamos a visitar a nossa querida às segundas-feiras em vez de aos…
Read More
2 semanas ago09.Jul.2018
03.Jul.2018

03.Jul.2018

3 semanas ago cuidador cuidador
  No passado sábado e devido ao tempo chuvoso, não fomos à habitual visita à campa da Tina. Ma…
Read More
3 semanas ago03.Jul.2018
Acerca de cedência de espaços públicos...

Acerca de cedência de espaços públi…

3 semanas ago cuidador cuidador
... para donzelas pop (Madona) e a diferença em ser um cidadão vulgar que apenas serve para contribuir a pagar impostos e mais impostos. Ainda minha esposa era viva e frequentava um Centro de Dia da…
Read More
3 semanas agoAcerca de cedência de espaços públi…

[powr-hit-counter id=516ffdab_1481270057279]