175: 02.Abril.2017

Primeiro ano em que passo o meu dia de aniversário sem a companhia da Tina. Foram 52 anos de convívio e faria no próximo dia 3 de Abril o 53º. aniversário.

Dizem que o tempo vai atenuando a dor da separação, a saudade, a perda, mas essa fase ainda não passou por mim, passados que foram já oito meses e meio que a Tina partiu.

Penso mesmo que nunca mais passará, nem sequer atenuará. 52 anos não são 52 dias, nem 52 semanas, nem 52 meses. E a forma como ela foi “tratada” pelos médicos que a assistiram em vida – os tais que no final do curso fazem o célebre juramento de Hipócrates -, ainda mais acentua a sua culpa por negligência, incompetência, irresponsabilidade profissional e a completa negação desse tal juramento de hipócritas, embora se escudem no então ministro da saúde que hoje está à frente da CGD e que foi um autêntico Dr. Morte ao cortar milhões de euros na área da Saúde, atingindo todos aqueles que não tinham verbas para beneficiarem de clínicas particulares.

Não acredito na propalada “justiça divina” – que não existe -, mas desejo que todos esses vermes sofram o que eu sofri e continuo a sofrer.

Descansa em Paz minha querida e obrigado pelos anos que me deste na tua companhia.

As prendas que a Vera me deu, em nome dela e da Mãe. Obrigado filhota, obrigado Tina, onde quer que estejas.

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=8b8fb3a0_1491083008895]

158: SEIS MESES

Seis meses de eterna saudade, de dor, de uma perda definitiva…

Descansa em Paz, querida, nunca te esqueceremos.

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=32334414_1484690950126]

157: 16.Jan.2017

Hoje é o Aniversário da Vera, parabéns filhota pelos teus 51 anos. O primeiro ano em que não passamos os três juntos o que me trás uma profunda mágoa, uma tristeza enorme, um vazio incalculável.

Logo, iremos fazer uma visita à campa da Tina e renovar as flores. Embora a Mãe já não se encontre cá, em nome dela dei um presentinho à Vera.

Desactivei todas as minhas contas no Facebook porque já estava farto de encontrar, pelo caminho, gente cínica, hipócrita, miserávelista, criando falsas informações nas suas páginas mas postando frases moralistas – escritas por outros -, pretendendo mostrar ao Mundo serem gente de respeito, com dignidade, honestas e os outros é que são os malvados.

Fartei-me e ponto final. Infelizmente tenho de admitir, embora a muito custo, que vivo numa sociedade miserável, sem escrúpulos, sem dignidade, sem honestidade de princípios que fazem juízos de valor de quem nem sequer conhecem. Continuem a inserir posts moralistas a cheirarem a falsidade…

De regresso do cemitério, aqui ficam as imagens de hoje e um pequeno vídeo da Vera a tratar das flores.

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=bb8c2916_1484525729611]

125: 11.Nov.2016

0-lutotransp200Um dia que desde há 54 anos tenho tentado passar a dormir mas não consigo. Hoje, é o Dia de Aniversário do meu querido e saudoso Pai que me deixou quando eu apenas tinha 16 anos de idade.

Um Amigo, um Companheiro, um Camarada, um Pai que rebenta com a escala de classificação porque não existem estrelas suficientes para o classificar.

011_500Conheceu a Tina e foi ele um dos que me incentivou a namorar com ela dizendo que era uma moça bonita e educada e que não a podia deixar “fugir”.

Nasceu em Olhão, pescador com meu Avô paterno, teve um negócio de pirolitos e era conhecido pelo Chico dos Pirolitos. Pirolito era uma bebida tipo gasosa, cujas garrafas possuíam um berlinde (esfera de vidro) com que os jovens se entretinham na rua com as suas brincadeiras da época.

Depois passou para o futebol, jogou no “Olhanense” e depois foi contratado para “Os Belenenses”, clube onde terminou a sua carreira de futebolista em 1945/46, ano em que eu nasci e em que “Os Belenenses” foram Campeões Nacionais pela última vez na sua história.

Defesa central, era conhecido por uma das 3 Torres de Belém – dada a sua envergadura física de quase dois metros – embora ninguém se dignasse classificá-lo como tal, pelo menos nas notícias que tenho lido da época e nem aquando do seu funeral, os então dirigentes de “Os Belenenses” tiveram a dignidade de enviarem um contínuo do clube com a bandeira do clube para colocar em cima do seu caixão, atitude que nunca lhes perdoei. Apesar de Francisco Gomes, Defesa Central de “Os Belenenses” ter recebido do clube a Medalha de Valor e Mérito Desportivo.

Descansa em Paz meu querido Pai e se existe Vida para Além da Morte, toma conta da tua nora de que tanto gostavas.

006_700

logo_transp_200

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=a72646a4_1488652996555]

109: 18.Out.2016

tresmeses_eternasaudade

Nunca te esqueceremos minha querida. Descansa em Paz!

0-lutotransp200Faz hoje TRÊS MESES que passaram desde que nos deixaste, cheios de dor e sofrimento pela tua perda. Porque tu, minha querida, NÃO MORRESTE da terrível doença incurável que tinhas – Alzheimer -, mas da completa falta de cuidados hospitalares, incompetência, incúria e desleixo da médica de família que te acompanhava e que VIU, por DUAS VEZES, na companhia das enfermeiras que vinham cá a casa 3 VEZES POR SEMANA, limpar e tratar das tuas úlceras que terminaram, por desleixo, em CHOQUE SÉPTICO e MORTE.

logo_transp_200

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=a1d87416_1488653793421]

84: Alimentação e doença de Alzheimer

Nas fases mais avançadas da doença, as alterações globais na alimentação podem intensificar-se com dificuldades na própria capacidade em deglutir.

inestellorodriguesHoje assinala-se o Dia Mundial da Doença de Alzheimer, uma doença do foro neurológico que afecta 4,7 milhões de pessoas no mundo. Trata-se da forma mais comum de demência, já que representa entre 50% a 70% de todos os casos desta patologia. De acordo com os dados mais recentes da Organização Mundial de Saúde, todos os anos são registados quase oito milhões de novos casos de Alzheimer no mundo.

A doença de Alzheimer provoca uma deterioração global, progressiva e irreversível, principalmente do funcionamento cognitivo (memória, atenção, concentração, linguagem, pensamento, entre outras). No entanto, sendo uma doença do cérebro, também se verificam alterações noutras funções (ex: motora, emocional e comportamental).

À medida que a doença de Alzheimer vai afectando as várias áreas cerebrais, vão-se perdendo certas funções ou capacidades, o que se repercute na realização das diferentes actividades da vida diária.

Um dos aspectos afectados, vulgarmente desconhecido ou pouco abordado quando se fala de doença de Alzheimer, é o da alimentação. A perda de capacidades cognitivas e alterações fisiológicas podem interferir na alimentação e nutrição destas pessoas. Adicionalmente, podem surgir alterações na mastigação e problemas de deglutição, acentuados não só pela idade, mas também pela doença e que contribuem para agravar a situação.

São várias as causas possíveis da falta de apetite na pessoa com doença de Alzheimer, entre as quais se destaca o facto de:

— O centro da fome no cérebro, o hipotálamo, responsável pelo apetite, pode tornar-se disfuncional;

— Poderem existir alterações da visão ou do olfacto;

— Poder, igualmente, existir uma alteração do paladar, o que pode fazer com que a comida seja menos apetitosa;

— Algumas doenças crónicas ou certos medicamentos também poderem diminuir o apetite;

— Quando a pessoa ainda vive sozinha ou com pouco apoio, pode esquecer-se de cozinhar e de se alimentar;

— Ambientes novos ou não familiares poderem originar agitação e confusão;

— Distracções, tais como muito barulho ou muita gente, poderem influenciar negativamente a refeição;

— Alimentos pouco atractivos, refeições repetidas ou odores inoportunos contribuem para a recusa alimentar.

Algumas pequenas medidas poderão ajudar a tornar as refeições mais fáceis:

— Usar taças ou chávenas, em vez de pratos, e maiores do que as porções de alimentos, para evitar que se entornem.

— Não utilizar utensílios de plástico por serem demasiado leves para se manipularem e poderem partir-se na boca.

— Servir alimentos que se possam comer com as mãos, tais como pedacinhos de batata cozida, queijo, mini-sandes, pedacinhos de frango, fruta ou vegetais, pois, muitas vezes, as pessoas com demência recusam sentar-se para comer.

— Se necessário, dar instruções verbais como “mastigue agora”, “engula agora”, espaçadamente.

— Humedecer os alimentos com molho.

— Servir alimentos macios e finamente cortados.

— Evitar extremos de temperaturas como o muito quente e/ou muito frio.

— Se a pessoa necessitar de ser alimentada, oferecer alimentos pequenos, um de cada vez, pacientemente.

— Não alimentar a pessoa deitada.

— Se for necessário, reaquecer a comida.

Mas não só a ingestão de alimentos pode estar afectada; também a ingestão de líquidos pode estar comprometida.

A desidratação é uma das principais causas de problemas de saúde geral na pessoa com demência, mas é frequente existir uma recusa na ingestão de líquidos.

Algumas das estratégias para fomentar o consumo de líquidos podem passar por:

— Preparar infusões, sumos sem açúcar, bebidas energéticas e sopas mais líquidas, que podem ser ajudas preciosas na manutenção dos níveis de hidratação.

— Deixar sempre água disponível perto da pessoa, pronta a servir.

— Promover a ingestão de líquidos em pequenas porções ao longo de todo o dia.

— Experimentar acrescentar água com gás nos sumos, servir as bebidas a diferentes temperaturas e observar se existe preferência por alguma destas opções. Por vezes, existem alterações na sensibilidade intra-oral (boca) que podem também condicionar a ingestão de líquidos.

Nas fases mais avançadas da doença, as alterações globais na alimentação podem intensificar-se com dificuldades na própria capacidade em deglutir. Estas dificuldades em deglutir (disfagia) podem provocar, em casos mais graves, aspirações de alimentos para os pulmões. É importante estar atento a sinais de infecção respiratória, engasgamento, alterações na voz e a tosse frequente durante e após as refeições. Poderá ser necessária a intervenção médica de um nutricionista ou de um terapeuta da fala para avaliação e intervenção em casos de alterações na deglutição. Esta interligação multidisciplinar pode tomar várias formas e é fundamental para assegurar o bem-estar físico e nutricional da pessoa.

Terapeuta da Fala no NeuroSer, doutorada em neuro-ciências cognitivas

(O NeuroSer é um centro dedicado às doenças neurológicas, sob direcção clínica do Prof. Doutor Alexandre Castro Caldas, actual director do Instituto de Ciências de Saúde da Universidade Católica Portuguesa)

Público
Inês Tello Rodrigues
21/09/2016 – 00:50

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=ef395c50_1488654631116]

0: 01.Mai.2016

Hoje são os 3D’s: Dia de Aniversário da Tina (81 anos); Dia do Trabalhador e Dia da Mãe.

Embora estes dias já nada signifiquem para nós, por múltiplas razões.

Neste Dia, que reunia à mesa a nossa Família, as duas filhas, as duas netas, o genro e nós, para celebrarmos mais um dia de vida, deixou, por isso, de possuir qualquer significado familiar e afectivo.

A Vera trouxe um bolinho do Dia da Mãe que será para logo colocarmos as velas e a Tina poder soprar os seus 81 anos de vida, mal sabíamos nós que seria o seu último Aniversário com vida!

Se tudo correr bem, colocarei aqui um pequeno vídeo desse momento.

0-assinatura

29.Abr.2017

29.Abr.2017

20 horas ago cuidador cuidador
Habitual visita de sábado à tua campa, mais um novo raminho de flores lindas, as da semana passada a…
Read More
20 horas ago29.Abr.2017
22.Abr.2017

22.Abr.2017

1 semana ago cuidador cuidador
Dia da visita semanal à campa da Tina. As flores estavam boas mas o copo estava seco, sem um pingo d…
Read More
1 semana ago22.Abr.2017
18.Abr.2017 - 9 meses de eterna saudade

18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje nove meses que partiste, deixando-nos com uma Saudade sem fim e uma dor incurável. Onde qu…
Read More
2 semanas ago18.Abr.2017 – 9 meses de eterna saudade
15.Abr.2017

15.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais uma visita à campa da Tina, véspera de Domingo de Páscoa, o primeiro que não celebramos em famí…
Read More
2 semanas ago15.Abr.2017
13.Abr.2017

13.Abr.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Depois de tantos anos de constante desgaste psicológico, como cuidador de minha esposa, sem qualquer…
Read More
2 semanas ago13.Abr.2017

[powr-hit-counter id=41f721ae_1488660227279]