39: 17.Jul.2016

Penso que estou a escrever um dos últimos capítulos da vida da Tina pois só um milagre poderá dar continuidade à sua vida.

Hoje, pela hora do almoço, demos a medicação à Tina, bem como o almoço, uma sopa de legumes mas que, apesar de muito triturada, devia ter uma folhinha de legume muito pequena que entupiu a sonda gástrica e nós não reparámos nisso.

Telefonámos ao INEM para relatar a situação e eles disseram que iriam mandar a ambulância e depois logo se via o que fazer.

Depois de verificada a situação pelos técnicos do INEM, informaram que tinham de levar a Tina para o hospital para trocarem a sonda.

Fomos para S. Francisco Xavier de seguida e estivemos à espera até às 20:30 horas para saber o resultado das análises, raios x e outros exames que entretanto lhe fizeram. Foi-nos então comunicado pelo médico que a Tina encontrava-se em falência respiratória e o seu tempo de vida estava em contagem decrescente.

Viemos para casa e estamos à espera do desfecho e da comunicação do hospital.

17.Jul.2016 – 21:52

0-assinatura

18.Jul.2016 - 18.Jan.2018
cuidador cuidador 2 dias ago

Há 18 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no… Read More

18.Jul.2016 – 18.Jan.2018
16.Jan.2018
cuidador cuidador 3 dias ago

Hoje, a mensagem é mais longa do que habitualmente, mas a data também é muito especial e merece refe… Read More

16.Jan.2018
03.Jan.2018
cuidador cuidador 2 semanas ago

Hoje, infelizmente, não pudemos levar um raminho de flores. O orçamento não "esticou" dado que o Est… Read More

03.Jan.2018
30.Dez.2017
cuidador cuidador 3 semanas ago

Mais um ano que passou, é o segundo após a tua partida e ainda parece que foi ontem! A Saudade não l… Read More

30.Dez.2017
23.Dez.2017
cuidador cuidador 4 semanas ago

Este é o segundo Natal que passamos sem ti minha querida e não existem palavras que traduzam a dor e… Read More

23.Dez.2017

[powr-hit-counter id=ec822997_1488656359843]

38: 16.Jul.2016

A noite passada foi calma, o dia de hoje também dado já não existir a preocupação de a Tina não querer comer assim como a toma dos medicamentos que estão todos a ser feitos via sonda gástrica.

Fica o vídeo do jantar de hoje, uma sopa de legumes que a Vera trouxe do Jumbo. O almoço foi uma sopa de Macedónia de Ervilhas que fiz no robot.

A Tina está com uma ponta de febre devido à infecção urinária mas está a tomar o antibiótico (Cefuroxima 500mg) e o Paracetamol 1g, ambos de 8 em 8 horas.

0-assinatura

18.Jul.2016 - 18.Jan.2018
cuidador cuidador 2 dias ago

Há 18 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no… Read More

18.Jul.2016 – 18.Jan.2018
16.Jan.2018
cuidador cuidador 3 dias ago

Hoje, a mensagem é mais longa do que habitualmente, mas a data também é muito especial e merece refe… Read More

16.Jan.2018
03.Jan.2018
cuidador cuidador 2 semanas ago

Hoje, infelizmente, não pudemos levar um raminho de flores. O orçamento não "esticou" dado que o Est… Read More

03.Jan.2018
30.Dez.2017
cuidador cuidador 3 semanas ago

Mais um ano que passou, é o segundo após a tua partida e ainda parece que foi ontem! A Saudade não l… Read More

30.Dez.2017
23.Dez.2017
cuidador cuidador 4 semanas ago

Este é o segundo Natal que passamos sem ti minha querida e não existem palavras que traduzam a dor e… Read More

23.Dez.2017

[powr-hit-counter id=bcb4fc39_1488656389365]

36: 14.Jul.2016

A noite foi calma, a Vera é que ao acordar estava com valores baixos (43) e muito agressiva, mas recuperou bem.

Pelas 14:00 horas fui acordar a Tina para lhe dar a medicação e o almoço que cada dia que passa está a tornar-se muito mais difícil pois ela rejeita os medicamentos e a alimentação.

Os comprimidos já têm de ser pisados num almofariz de porcelana e diluídos em água e se antes ainda chupava por uma palhinha de refresco, agora já têm de ser dados pela boca via seringa.

Quanto à sopa, a maior parte das vezes morde a colher, cospe o que tem na boca e torna-se muito difícil alimentar uma pessoa neste estado. É por isto que os hospitais não querem lá doentes deste tipo porque dão MUITO TRABALHO e trabalho não é nada bom para eles pelos vistos…

Por isso os familiares/cuidadores que se amanhem e que se vão desgastando e destruindo o que vai restando da sua sanidade mental e psicológica.

Pena a médica e as enfermeiras não estarem presentes nestas alturas para verem, ao vivo e a cores, a situação, embora elas saibam, melhor que ninguém, qual será o resultado final.

O jantar foi outro inferno. Amanhã vou dizer às enfermeiras que ou arranjam solução para a situação de a Tina rejeitar a comida ou vou ter de começar a tomar atitudes mais drásticas, inclusive chamar a polícia para tomar conta da ocorrência pois eu não quero que me acusem de estar a matar a Tina à fome e à sede!

E não venham com as habituais cantilenas de não há meios, não há recursos… Os meios e recursos são desviados da Saúde para continuar a alimentar os bandalhos e corruptos dos banqueiros que fazem vida de reis e onde nada lhes acontece? Merda de povo este que já nem consegue sacudir as moscas com as orelhas…

 

0-assinatura

18.Jul.2016 - 18.Jan.2018
cuidador cuidador 2 dias ago

Há 18 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no… Read More

18.Jul.2016 – 18.Jan.2018
16.Jan.2018
cuidador cuidador 3 dias ago

Hoje, a mensagem é mais longa do que habitualmente, mas a data também é muito especial e merece refe… Read More

16.Jan.2018
03.Jan.2018
cuidador cuidador 2 semanas ago

Hoje, infelizmente, não pudemos levar um raminho de flores. O orçamento não "esticou" dado que o Est… Read More

03.Jan.2018
30.Dez.2017
cuidador cuidador 3 semanas ago

Mais um ano que passou, é o segundo após a tua partida e ainda parece que foi ontem! A Saudade não l… Read More

30.Dez.2017
23.Dez.2017
cuidador cuidador 4 semanas ago

Este é o segundo Natal que passamos sem ti minha querida e não existem palavras que traduzam a dor e… Read More

23.Dez.2017

[powr-hit-counter id=f68c31b6_1488656448789]

35: 13.Jul.2016

O dia de hoje foi calmo, a Tina comeu as suas refeições normalmente e a enfermeira do centro de saúde veio de manhã tirar-lhe o catéter da veia que os INCOMPETENTES da urgência do hospital de S. Francisco Xavier lhe deixaram quando veio para casa (pela segunda vez, note-se!).

A médica de família, segundo informação da enfermeira, já tinha conhecimento que a Tina tinha tido alta e do relatório aqui publicado, dado que o sistema permite essa troca de informações e acesso.

Ficam aqui mais umas imagens do estado debilitado da Tina.

13072016_01
13072016_02

Entretanto e da Ordem dos Médicos, ainda não obtive qualquer resposta à reclamação que efectuei no passado dia 30.Jun.2016 e AQUI PUBLICADA.

No final do dia, houve uma altura em que a respiração da Tina era esquisita, não sei se era expectoração mas fica aqui o registo. Já devia estar a sofrer bastante!

0-assinatura

18.Jul.2016 - 18.Jan.2018
cuidador cuidador 2 dias ago

Há 18 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no… Read More

18.Jul.2016 – 18.Jan.2018
16.Jan.2018
cuidador cuidador 3 dias ago

Hoje, a mensagem é mais longa do que habitualmente, mas a data também é muito especial e merece refe… Read More

16.Jan.2018
03.Jan.2018
cuidador cuidador 2 semanas ago

Hoje, infelizmente, não pudemos levar um raminho de flores. O orçamento não "esticou" dado que o Est… Read More

03.Jan.2018
30.Dez.2017
cuidador cuidador 3 semanas ago

Mais um ano que passou, é o segundo após a tua partida e ainda parece que foi ontem! A Saudade não l… Read More

30.Dez.2017
23.Dez.2017
cuidador cuidador 4 semanas ago

Este é o segundo Natal que passamos sem ti minha querida e não existem palavras que traduzam a dor e… Read More

23.Dez.2017

[powr-hit-counter id=cb03f92e_1488656481908]

5: 22.Mai.2016

A Tina já há uma semana que deixou de levar a comida à boca. Come muito lentamente e a comida arrefece depressa, tendo de ser reaquecida ligeiramente no micro-ondas.

0-assinatura

18.Jul.2016 - 18.Jan.2018

18.Jul.2016 – 18.Jan.2018

2 dias ago cuidador cuidador
Há 18 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no…
Read More
2 dias ago18.Jul.2016 – 18.Jan.2018
16.Jan.2018

16.Jan.2018

3 dias ago cuidador cuidador
Hoje, a mensagem é mais longa do que habitualmente, mas a data também é muito especial e merece refe…
Read More
3 dias ago16.Jan.2018
03.Jan.2018

03.Jan.2018

2 semanas ago cuidador cuidador
Hoje, infelizmente, não pudemos levar um raminho de flores. O orçamento não "esticou" dado que o Est…
Read More
2 semanas ago03.Jan.2018
30.Dez.2017

30.Dez.2017

3 semanas ago cuidador cuidador
Mais um ano que passou, é o segundo após a tua partida e ainda parece que foi ontem! A Saudade não l…
Read More
3 semanas ago30.Dez.2017
23.Dez.2017

23.Dez.2017

4 semanas ago cuidador cuidador
Este é o segundo Natal que passamos sem ti minha querida e não existem palavras que traduzam a dor e…
Read More
4 semanas ago23.Dez.2017

[powr-hit-counter id=de33d02c_1488659966616]