305: 10.Dez.2018

Visita de hoje à campa da nossa querida Tina, com a superfície da mesma numa autêntica lástima por desleixo de quem ficou de tratar da sua manutenção. Feito o contacto, foi garantido que entretanto, depois da nossa saída do cemitério, a campa já tinha sido arranjada. Segundo informação de um funcionário camarário, a terra abateu com as chuvas e tiveram de repor terra, ficando sem cascalho. Espero que na próxima visita, já me sinta mais animado.

Memorial de Saudade