243: 03.Jan.2018

Hoje, infelizmente, não pudemos levar um raminho de flores. O orçamento não “esticou” dado que o Estado ladrão, comeu o equivalente a um mês de pensão no imposto do IRS e as flores estão caríssimas. Mas as que colocámos a semana passada ainda estavam viçosas e retirámos as mais murchas, renovámos a água e para a semana, terás um raminho novo.

Entretanto, da Ordem dos Médicos nada de responderem ao processo instaurado (se é que foi mesmo) pela minha queixa apresentada contra a médica de família, ainda a Tina era viva, embora muito debilitada. E já lá vão DEZASSETE MESES que ela faleceu…

[powr-hit-counter id=95c7b7b5_1515246117558]