242: 23.Dez.2017

Este é o segundo Natal que passamos sem ti minha querida e não existem palavras que traduzam a dor e a saudade que precederam a tua partida. É muito difícil, depois de 52 anos juntos, não estares a celebrar connosco esta data que antes era de alegria e amor. Que descanses em Paz; nunca te esqueceremos enquanto formos vivos. Hoje, levámos mais um raminho de flores com rosas – as tuas preferidas -, para colorir a tua última morada.

[powr-hit-counter id=a4da3288_1514040729295]