214: 12.Ago.2017

As flores naturais cada vez estão mais caras e os ramos mais pequenos o que nos levou a escolher umas flores artificiais (mais resistentes ao tempo), que foram compradas pela nossa querida Tina quando ela ainda estava connosco. Ela adorava flores, quer naturais, quer artificiais.

Assim, hoje trouxemos um raminho de flores artificiais que tínhamos numa das jarras ornamentais da nossa casa e juntámos a umas flores naturais mais económicas e vendidas à unidade.

Estas, são as artificiais:

E estas são as que colocámos hoje, na campa da nossa querida Tina:

23.Jun.2018

23.Jun.2018

17 horas ago cuidador cuidador
Antes da publicação sobre a nossa visita de hoje à campa da nossa querida Tina, não posso deixar pas…
Read More
17 horas ago23.Jun.2018
18.Jul.2016 - 18.Jun.2018

18.Jul.2016 – 18.Jun.2018

6 dias ago cuidador cuidador
Há 23 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no…
Read More
6 dias ago18.Jul.2016 – 18.Jun.2018
12.Jun.1964 - 12.Jun.2018

12.Jun.1964 – 12.Jun.2018

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje 54 anos que começámos a namorar. Foi num Baile dos Santos Populares no Mercado de Algés ond…
Read More
2 semanas ago12.Jun.1964 – 12.Jun.2018
09.Jun.2018

09.Jun.2018

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais um sábado que falhei a visita à campa da Tina. Não tenho andado lá muito "católico" e o tempo t…
Read More
2 semanas ago09.Jun.2018
02.Jun.2018

02.Jun.2018

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje, foi a Vera a única visita à campa da nossa querida Tina dado que não me encontrava em condiçõe…
Read More
3 semanas ago02.Jun.2018

[powr-hit-counter id=fbec8b8b_1502544867357]