165: Sete Meses de Profunda e Eterna Saudade

Faz hoje sete meses que a Tina nos deixou para sempre. A saudade e a dor desta separação, ao fim de 52 anos, não tem descrição. É profunda, dolorida. Até o escrever destas simples linhas, dói profundamente.

Tenho uma fotografia da Tina por baixo do monitor e, teimosamente, as lágrimas não param de correr. Maldita doença, malditos médicos que não honraram a sua profissão e o juramento de Hipócrates que fizeram quando terminaram os seus cursos de Medicina!

Eu e a Vera fomos visitar a campa e levámos-lhe um coração de flores brancas. Flores que a Tina adorava em vida e que não se separam dela depois da sua morte.

Descansa em Paz querida, nunca te esqueceremos.

Um coração de flores brancas como brancos e puros eram os seus sentimentos

A Vera a tratar das flores

20.Mai.2017

20.Mai.2017

5 dias ago cuidador cuidador
A visita de hoje à campa da Tina. As flores da semana passada estavam muito murchas, talvez do calor…
Read More
5 dias ago20.Mai.2017
18.Mai.2017

18.Mai.2017

1 semana ago cuidador cuidador
10 meses se passaram e ainda parece que foi ontem... Valem as visitas que te fazemos todos os sába…
Read More
1 semana ago18.Mai.2017
13.Mai.2017

13.Mai.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Tempo muito nublado, alguns pingos de chuva, mas isso não impediu de eu e a Vera irmos fazer a visit…
Read More
2 semanas ago13.Mai.2017
12.Mai.2017

12.Mai.2017

2 semanas ago cuidador cuidador
Minha esposa era devota (não fundamentalista) a Nossa Senhora de Fátima. Por ser amanhã o dia dessa…
Read More
2 semanas ago12.Mai.2017
Familiares não vão poder ser os cuidadores dos deficientes

Familiares não vão poder ser os cui…

2 semanas ago cuidador cuidador
Este artigo, publicado no Diário de Notícias online, causou-me revolta, repugnou-me e fiquei ainda com mais raiva da classe política asquerosa que temos. Deixei lá ficar este comentário que fica aqui…
Read More
2 semanas agoFamiliares não vão poder ser os cui…

[powr-hit-counter id=b5f0f814_1487434131965]