Sobrecarga dos cuidadores é equivalente ao ‘burnout’ dos médicos e enfermeiros – especialista

O presidente da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos defendeu hoje que a sobrecarga dos cuidadores informais de doentes “é equivalente” ao ‘burnout’ dos médicos e enfermeiros e advertiu que aqueles não podem substituir os profissionais de saúde.

“É muito fácil tirar os doentes do hospital e entregá-los à família, mas é preciso ter atenção ao impacto que isto gera nas famílias”, disse Manuel Luís Capelas à agência Lusa, na véspera de se assinalar o Dia do Cuidador.

Apesar de ser “um dos grandes defensores” da ideia de cuidar dos doentes em casa, Manuel Capelas disse que para isso acontecer têm de estar reunidas as “condições adequadas”.

Destak/Lusa
destak@destak.pt
04 | 11 | 2016 07.30H

Olha a grande novidade…!!!

logo_transp_200

23.Jun.2018

23.Jun.2018

16 horas ago cuidador cuidador
Antes da publicação sobre a nossa visita de hoje à campa da nossa querida Tina, não posso deixar pas…
Read More
16 horas ago23.Jun.2018
18.Jul.2016 - 18.Jun.2018

18.Jul.2016 – 18.Jun.2018

6 dias ago cuidador cuidador
Há 23 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no…
Read More
6 dias ago18.Jul.2016 – 18.Jun.2018
12.Jun.1964 - 12.Jun.2018

12.Jun.1964 – 12.Jun.2018

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje 54 anos que começámos a namorar. Foi num Baile dos Santos Populares no Mercado de Algés ond…
Read More
2 semanas ago12.Jun.1964 – 12.Jun.2018
09.Jun.2018

09.Jun.2018

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais um sábado que falhei a visita à campa da Tina. Não tenho andado lá muito "católico" e o tempo t…
Read More
2 semanas ago09.Jun.2018
02.Jun.2018

02.Jun.2018

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje, foi a Vera a única visita à campa da nossa querida Tina dado que não me encontrava em condiçõe…
Read More
3 semanas ago02.Jun.2018

[powr-hit-counter id=d05207fe_1488653423885]

120: 04.Nov.2016

0-lutotransp200É facto que o CNP-Centro Nacional de Pensões é um organismo que debita COMPLETO DESPREZO por quem se lhe dirige para obter qualquer tipo de informação. Razão tem, de sobra, o dr. Garcia Pereira – embora não seja admirador deste personagem -, no artigo que escreveu e que aqui inseri sob o título “A insustentável arrogância da Segurança Social“.

Dos vários e-mails anteriormente dirigidos ao CNP para saber o estado do pagamento das pensões a que tenho direito, apenas responderam uma vez (que sorte…!!!) e nem assim deram qualquer tipo de informação concreta.

No passado dia 2 do corrente, enviei o e-mail que a seguir transcrevo, este também condenado a não obter resposta daquela instituição:

Data: qua 02/11/2016 13:20
Para: _0CNP <cnp-pensoes@seg-social.pt>
Asunto: Pedido de informação urgente

A/c da Exma. Sra.
Chefe de Equipa
D. ANA MARIA ANTUNES
Sector 4.1.4

Boa tarde

Recebi hoje uma carta da CGA informando que não tinha direito ao subsídio por morte dado que esse mesmo pedido tinha sido efectuado no CNP.

Dado que não fui eu que tratei deste assunto, embora tenha a cópia dos documentos, estava plenamente convencido que a CGA pagaria as pensões de sobrevivência referentes à pensão de minha esposa, mais as despesas de subsídio por morte/funeral e o CNP pagaria as pensões de sobrevivência da pensão que ela tinha convosco.

Qual não foi o meu espanto quando hoje telefonei para a CGA e informaram-me que era o CNP que iria pagar essas prestações.

Nesta conformidade, agradeço informação sobre quais os montantes a receber este mês, quer da pensão de sobrevivência, quer das despesas de funeral.

Obrigado,

===========================

Como é referido no e-mail supra, foram dois os processos entregues, um na CGA e outro no CNP, para pedido dos respectivos subsídios e pensões de sobrevivência, sendo que o pedido para as despesas de funeral foi solicitado à CGA e não ao CNP. Por que motivo as voltas foram trocadas, desconheço mas também não me esclarecem.

Resta-me esperar pelo dia 10 para saber (se souber) a resposta a todas as minhas dúvidas sendo mais que certo que o CNP, como habitualmente e ao contrário da CGA, não possui no site deles a informação sobre o que cada pensionista recebe mensalmente. Neste aspecto o CNP fica a milhares de milhas de distância da CGA.

logo_transp_200

23.Jun.2018

23.Jun.2018

16 horas ago cuidador cuidador
Antes da publicação sobre a nossa visita de hoje à campa da nossa querida Tina, não posso deixar pas…
Read More
16 horas ago23.Jun.2018
18.Jul.2016 - 18.Jun.2018

18.Jul.2016 – 18.Jun.2018

6 dias ago cuidador cuidador
Há 23 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no…
Read More
6 dias ago18.Jul.2016 – 18.Jun.2018
12.Jun.1964 - 12.Jun.2018

12.Jun.1964 – 12.Jun.2018

2 semanas ago cuidador cuidador
Faz hoje 54 anos que começámos a namorar. Foi num Baile dos Santos Populares no Mercado de Algés ond…
Read More
2 semanas ago12.Jun.1964 – 12.Jun.2018
09.Jun.2018

09.Jun.2018

2 semanas ago cuidador cuidador
Mais um sábado que falhei a visita à campa da Tina. Não tenho andado lá muito "católico" e o tempo t…
Read More
2 semanas ago09.Jun.2018
02.Jun.2018

02.Jun.2018

3 semanas ago cuidador cuidador
Hoje, foi a Vera a única visita à campa da nossa querida Tina dado que não me encontrava em condiçõe…
Read More
3 semanas ago02.Jun.2018

[powr-hit-counter id=c4bcab2b_1488653449763]