61: 24.Ago.2016

0-lutotransp200Apesar de minha esposa ter falecido recentemente e da qual fui cuidador durante mais de quatro longos anos, estendia também essas funções a minha filha, diabética insulina-dependente há cerca de 16 anos.

Muitas foram as noites em que tinha minha esposa na sala a gritar “ó da guarda quem me acode” e no quarto a minha filha em coma hipoglicémico, a colocar-lhe na bochecha a papa de açúcar e esperar que a crise passasse. Mas quando ela era mais grave, tinha de chamar o INEM para lhe injectarem glucose na veia.

Chegava a ter de correr de um lado para o outro a fim de acudir às duas ao mesmo tempo. Minha esposa faleceu há pouco mais de um mês, ainda não consegui desligar-me dessa perda e penso que nunca mais irei desligar-me da dor profunda.

Penso às vezes que estou a ter um pesadelo e que a Tina está internada num hospital, longe de casa e que um dia voltará de novo ao nosso convívio…

Mas a acção de cuidador continua na mesma embora com menos um interveniente. No último ano de vida da Tina, era raro o dia em que minha filha não entrasse em coma a meio da noite. Depois da morte da Mãe essas situações vão-se espaçando mas a vigilância é diária, constante porque não pode relaxar.

Por isso, continuo a apoiar tudo o que se relacione com o Estatuto dos Cuidadores, seres humanos que não possuem qualquer tipo de formação, ajuda psicológica nem um mínimo de interesse por parte das entidades de saúde – e dos governos – deste País.

Petição pela criação do estatuto do/a Cuidador/a Informal da pessoa com doença de Alzheimer e outras demências ou patologias neuro-degenerativas associadas ao envelhecimento

 

http://peticaopublica.com/?pi=PT82396

23.Jun.2018
cuidador cuidador 16 horas ago

Antes da publicação sobre a nossa visita de hoje à campa da nossa querida Tina, não posso deixar pas… Read More

23.Jun.2018
18.Jul.2016 - 18.Jun.2018
cuidador cuidador 6 dias ago

Há 23 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no… Read More

18.Jul.2016 – 18.Jun.2018
12.Jun.1964 - 12.Jun.2018
cuidador cuidador 2 semanas ago

Faz hoje 54 anos que começámos a namorar. Foi num Baile dos Santos Populares no Mercado de Algés ond… Read More

12.Jun.1964 – 12.Jun.2018
09.Jun.2018
cuidador cuidador 2 semanas ago

Mais um sábado que falhei a visita à campa da Tina. Não tenho andado lá muito "católico" e o tempo t… Read More

09.Jun.2018
02.Jun.2018
cuidador cuidador 3 semanas ago

Hoje, foi a Vera a única visita à campa da nossa querida Tina dado que não me encontrava em condiçõe… Read More

02.Jun.2018

[powr-hit-counter id=f895d275_1488655489500]

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.