36: 14.Jul.2016

A noite foi calma, a Vera é que ao acordar estava com valores baixos (43) e muito agressiva, mas recuperou bem.

Pelas 14:00 horas fui acordar a Tina para lhe dar a medicação e o almoço que cada dia que passa está a tornar-se muito mais difícil pois ela rejeita os medicamentos e a alimentação.

Os comprimidos já têm de ser pisados num almofariz de porcelana e diluídos em água e se antes ainda chupava por uma palhinha de refresco, agora já têm de ser dados pela boca via seringa.

Quanto à sopa, a maior parte das vezes morde a colher, cospe o que tem na boca e torna-se muito difícil alimentar uma pessoa neste estado. É por isto que os hospitais não querem lá doentes deste tipo porque dão MUITO TRABALHO e trabalho não é nada bom para eles pelos vistos…

Por isso os familiares/cuidadores que se amanhem e que se vão desgastando e destruindo o que vai restando da sua sanidade mental e psicológica.

Pena a médica e as enfermeiras não estarem presentes nestas alturas para verem, ao vivo e a cores, a situação, embora elas saibam, melhor que ninguém, qual será o resultado final.

O jantar foi outro inferno. Amanhã vou dizer às enfermeiras que ou arranjam solução para a situação de a Tina rejeitar a comida ou vou ter de começar a tomar atitudes mais drásticas, inclusive chamar a polícia para tomar conta da ocorrência pois eu não quero que me acusem de estar a matar a Tina à fome e à sede!

E não venham com as habituais cantilenas de não há meios, não há recursos… Os meios e recursos são desviados da Saúde para continuar a alimentar os bandalhos e corruptos dos banqueiros que fazem vida de reis e onde nada lhes acontece? Merda de povo este que já nem consegue sacudir as moscas com as orelhas…

 

0-assinatura

23.Jun.2018
cuidador cuidador 16 horas ago

Antes da publicação sobre a nossa visita de hoje à campa da nossa querida Tina, não posso deixar pas… Read More

23.Jun.2018
18.Jul.2016 - 18.Jun.2018
cuidador cuidador 6 dias ago

Há 23 meses que partiste e ainda parece que foi ontem... Não te esquecemos minha querida, vives no… Read More

18.Jul.2016 – 18.Jun.2018
12.Jun.1964 - 12.Jun.2018
cuidador cuidador 2 semanas ago

Faz hoje 54 anos que começámos a namorar. Foi num Baile dos Santos Populares no Mercado de Algés ond… Read More

12.Jun.1964 – 12.Jun.2018
09.Jun.2018
cuidador cuidador 2 semanas ago

Mais um sábado que falhei a visita à campa da Tina. Não tenho andado lá muito "católico" e o tempo t… Read More

09.Jun.2018
02.Jun.2018
cuidador cuidador 3 semanas ago

Hoje, foi a Vera a única visita à campa da nossa querida Tina dado que não me encontrava em condiçõe… Read More

02.Jun.2018

[powr-hit-counter id=f68c31b6_1488656448789]